Arquivo para agosto 3rd, 2010 página

Liberdade de expressão: o “efeito silenciador” da grande mídia


3 de agosto de 2010

A interdição do debate verdadeiramente público de questões relativas à democratização das comunicações pelos grupos dominantes de mídia funciona como uma censura disfarçada. Este é o “efeito silenciador” que o discurso da grande mídia provoca exatamente em relação à liberdade de expressão que ela simula defender.

Desde a convocação da 1ª. Conferência Nacional de Comunicação (CONFECOM), em abril de 2009, os grandes grupos de mídia e seus aliados decidiram intensificar a estratégia de oposição ao governo e aos partidos que lhe dão sustentação. Nessa estratégia – assumida pela presidente da ANJ e superintendente do grupo Folha – um dos pontos consiste em alardear publicamente que o país vive sob ameaça constante de volta à censura e de que a liberdade de expressão [e, sem mais, a liberdade da imprensa] corre sério risco.

Além da satanização da própria CONFECOM, são exemplos recentes dessa estratégia, a violenta resistência ao PNDH3 e o carnaval feito em torno da primeira proposta de programa de governo entregue ao TSE pela candidata Dilma Roussef (vide, por exemplo, a capa, o editorial e a
matéria interna da revista Veja, edição n. 2173).

A liberdade – o eterno tema de combate do liberalismo clássico – está a centro da “batalha das idéias” que se trava no dia-a-dia, através da grande mídia, e se transformou em poderoso instrumento de campanha eleitoral. Às vezes, parece até mesmo que voltamos, no Brasil, aos superados tempos da “guerra fria”.

O efeito silenciador

Neste contexto, é oportuna e apropriada a releitura de “A Ironia da Liberdade de Expressão” (Editora Renovar, 2005), pequeno e magistral livro escrito pelo professor de Yale, Owen Fiss, um dos mais importantes e reconhecidos especialistas em “Primeira Emenda” dos Estados Unidos.

Fiss introduz o conceito de “efeito silenciador” quando discute que, ao contrário do que apregoam os liberais clássicos, o Estado não é um inimigo natural da liberdade. O Estado pode ser uma fonte de liberdade, por exemplo, quando promove “a robustez do debate público em circunstâncias nas quais poderes fora do Estado estão inibindo o discurso. Ele pode ter que alocar recursos públicos – distribuir megafones – para aqueles cujas vozes não seriam escutadas na praça pública de outra maneira. Ele pode até mesmo ter que silenciar as vozes de alguns para ouvir as vozes dos outros. Algumas vezes não há outra forma” (p. 30).

Fiss usa como exemplo os discursos de incitação ao ódio, a pornografia e os gastos ilimitados nas campanhas eleitorais. As vítimas do ódio têm sua auto-estima destroçada; as mulheres se transformam em objetos sexuais e os “menos prósperos” ficam em desvantagem na arena política.

Em todos esses casos, “o efeito silenciador vem do próprio discurso”, isto é, “a agência que ameaça o discurso não é Estado”. Cabe, portanto, ao Estado promover e garantir o debate aberto e integral e assegurar “que o público ouça a todos que deveria”, ou ainda, garanta a democracia exigindo “que o discurso dos poderosos não soterre ou comprometa o discurso dos menos poderosos”.

Especificamente no caso da liberdade de expressão, existem situações em que o “remédio” liberal clássico de mais discurso, ao invés da regulação do Estado, simplesmente não funciona. Aqueles que supostamente poderiam responder ao discurso dominante não têm acesso às formas de fazê-lo (pp. 47-48).

Creio que o exemplo emblemático dessa última situação é o acesso ao debate público nas sociedades onde ele (ainda) é controlado pelos grandes grupos de mídia.

Censura disfarçada

A liberdade de expressão individual tem como fim assegurar um debate público democrático onde, como diz Fiss, todas as vozes sejam ouvidas. Ao usar como estratégia de oposição política o bordão da ameaça constante de volta à censura e de que a liberdade de expressão corre risco, os grandes grupos de mídia transformam a liberdade de expressão num fim em si mesmo. Ademais, escamoteiam a realidade de que, no Brasil, o debate público não só [ainda] é pautado pela grande mídia como uma imensa maioria da população a ele não tem acesso e é dele historicamente excluída.

Nossa imprensa tardia se desenvolveu nos marcos do de um “liberalismo antidemocrático” no qual as normas e procedimentos relativos a outorgas e renovações de concessões de radiodifusão são responsáveis pela concentração da propriedade nas mãos de tradicionais oligarquias políticas regionais e locais (nunca tivemos qualquer restrição efetiva à propriedade cruzada), e impedem a efetiva pluralidade e diversidade nos meios de comunicação.

A interdição do debate verdadeiramente público de questões relativas à democratização das comunicações pelos grupos dominantes de mídia, na prática, funciona como uma censura disfarçada.

Este é o “efeito silenciador” que o discurso da grande mídia provoca exatamente em relação à liberdade de expressão que ela simula defender.

*Texto publicado na Agência Carta Maior

Venício A. de Lima

é professor titular de Ciência Política e Comunicação da UnB (aposentado) e autor, dentre outros, de Liberdade de Expressão vs. Liberdade de Imprensa – Direito à Comunicação e Democracia, Publisher, 2010.

Adesivos "AGORA É DILMA" são espalhados por todo o Brasil

Veja os adesivos AGORA É DILMA sendo postados pelos CORREIOS. Milhares de amigos e amigos do Blog da Dilma estão recebendo em suas residências os nossos adesivos. É a força do blog que estimula a militância petista de todo o Brasil. Você que já recebeu nossos adesivos, tire algumas fotos e envie para publicação através do e-mail:
blogdadilma13@gmail.com
Comunicado: Diariamente nossas despesas com os CORREIOS é em torno de R$ 150,00. Todo internauta que solicita ao Blog da Dilma os adesivos recebem mesmo que não tenha contribuido financeiramente. Solicito aos que podem nos ajudar, que depositem na conta do Blog da Dilma, que pode ser visto ao lado, na segunda coluna. Precisamos do apoio de todos, não somos milionários, somos funcionários públicos que tem garra e força de vontade. Atenciosamente, Daniel Bezerra – criador e editor geral do Blog da Dilma 13 Presidente.

Serra, um estranho no ninho tucano em Pernambuco

Ironia que só a política (ou que o se faz em nome dela), explica: Em Pernambuco, estado natal do presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, a legenda tucana é governista.

Justamente nessas terras onde Guerra demonstrava ter controle total do partido, a campanha de José Serra à Presidência da República não encontra respaldo no PSDB.

É no DEM, no PPS e em parte do PMDB, do senador e candidato ao governo Jarbas Vasconcelos, que o presidenciável se apoia.

Aliás, uma das razões que levou Jarbas a se candidatar foi a viabilização de um palanque para a candidatura presidencial tucana no estado.

Mas os tucanos voaram pra longe do tal palanque de oposição em Pernambuco. Grande parte está na linha de frente da campanha de reeleição do governador Eduardo Campos (PSB) e, muitos já pedem voto também para a presidenciável do PT, Dilma Rousseff.

Ou seja, exatamente na terra do homem que comanda a coordenação geral da sua campanha, Serra se tornou um estranho no ninho tucano.

Dilma diz que não precisa de Lexotan para debate

Enquanto Dilma não precisa de Lexotan, Serra já mandou estocar Gardenal, Ampictril, Frontal, Rivotril.

Agência Estado

Numa provocação direta ao tucano José Serra, a candidata petista Dilma Rousseff afirmou que não precisa de Lexotan (um tranquilizante muito popular) para enfrentar o debate entre os presidenciáveis que será realizado na quinta-feira, pelo Grupo Bandeirantes. Em compensação, acha que seu adversário mais direto precisará de muitos deles. “Acho que carregar um governo como o do presidente Lula é uma tarefa leve. Outros governos é que são pesados. Aí a pessoa vai precisar de vários Lexotan”, disse Dilma, durante entrevista no comitê de campanha do Lago Sul, um dos três que tem em Brasília.

A petista – que decidiu passar os dois dias que antecedem o debate com Serra, Marina Silva (PV) e Plínio Arruda Sampaio (PSOL) concentrada nos preparativos para evitar cair em armadilhas, ao mesmo tempo em que tentará se mostrar pronta para assumir a Presidência do País – cancelou toda sua agenda pública. Disse que está preparada.

“Estou me preparando há muito tempo. Não é só para esse debate. No meu dia a dia de campanha procuro cada vez estudar mais.” Segundo Dilma, os preparativos não miram somente a campanha, mas o governo, caso seja eleita. “Acredito que para governar bem é preciso ter conhecimento profundo da realidade do País, da situação das diferentes regiões. Sempre me aprofundo nos temas.”

Lula

A ex-ministra deu uma mostra de como vai agir no debate, sempre procurando vincular seu nome ao do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “É um prazer defender o governo do presidente Lula, pelas realizações que ele conseguiu concretizar nesses sete anos e meio”, afirmou.

Indagada se terá tranquilidade para enfrentar provocações, ela reagiu: “Vocês acreditam que um debate é um torneio de provocações? Eu não.” E provocou: “Só palavras não adiantam nada. Tem de mostrar o que fez. Há uma diferença entre o dizer e o fazer. Eu já disse. Não vou descer o nível nessa campanha nem que alguém queira.”

Serra diz se preocupar com dinheiro arrecadado em campanha

Marcela Rocha
Direto de São Paulo
O candidato à presidência pelo PSDB, José Serra, disse, durante caminhada em Heliópolis, zona sul de São Paulo, que se preocupa com a quantidade de dinheiro arrecadada pela sua campanha, inferior a de Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV). “Me preocupa, mas espero que entre (o dinheiro), porque às vezes tem muito atraso nisso”, disse o candidato.

Segundo matéria publicada nesta terça-feira (3), no jornal Folha de S. Paulo, na primeira prestação de contas da campanha, Serra informará ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter recolhido R$ 3,7 milhões, enquanto Dilma apresentará receita total de R$ 11,6 milhões e Marina, R$ 4,65 milhões.

O tucano realizou nesta terça uma breve caminhada por Heliópolis, na zona sul de São Paulo. Ele aproveitou para fazer uma visita a um apartamento da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) a fim de gravar imagens para seu programa de televisão. Ele encerrou com uma visita ao Ambulatório Médico de Especialidades (AME), acompanhado pelo candidato ao governo do Rio de Janeiro de sua base, Fernando Gabeira (PV), e pelo vice dele, Márcio Fortes (PSDB).

Notem a empolgação do povo nas ruas com a visita do Serra, é um clamor nunca visto. Mas o que Gabeira candidato a governador do PV do RJ está fazendo em SP?

Em SP, DEM lidera pedidos de impugnação pela Ficha Limpa

Pedidos de impugnação serão analisados pelo TRE de SP e candidatos poderão recorrer ao TSE

Ana Cláudia Barros
A Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo (PRE-SP) pediu a impugnação do registro de 60 candidatos no estado, em razão da Lei da Ficha Limpa. Dos que figuram no rol dos possíveis vetados, 39 pleiteiam uma cadeira na Assembleia Legislativa e 19 pretendem disputar cargo de deputado federal.

Os outros dois postulantes que completam a lista são: Marco Aurélio de Souza (PSL), que tenta uma vaga no Senado como primeiro suplente, e Aldo Josias dos Santos (PSOL), que quer entrar na briga como vice-governador.

PT, PMDB, PDT, DEM, PSDB e PP foram os partidos que mais apresentaram candidatos “ficha suja”, segundo a procuradoria: cinco, cada um. Mas se for considerada a proporção baseada no número de inscritos, disponibilizado no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o DEM lidera o ranking.

Em São Paulo, a legenda contabiliza 67 candidatos, entre postulantes a deputado federal e estadual, portanto, os cinco que podem ser barrados pela nova lei correspondem a 7,4% do total. Em segundo aparece o PDT, com 4%. PMDB e PP vêm em seguida, com 3,4%. PSDB e PT empatam, com 3%.

Terra Magazine entrou em contato com a assessoria de comunicação do presidente do Diretório regional do Democratas, o prefeito da capital, Gilberto Kassab, mas até agora, não obteve retorno.

Outros da lista
As demais siglas que apresentam concorrentes que correm o risco de ter a candidatura inviabilizada pela Ficha Limpa são: PV e PSB (4 candidatos, cada); PMN, PSL, PTB, PSOL e PPS (3, cada); PSC e PR (2, cada); PRP, PTC, PCB (1, cada). O trabalho da procuradoria é fazer uma espécie de análise prévia. A partir de agora, os pedidos de impugnação seguem para avaliação do Tribunal Regional Eleitoral no estado, que decidirá pelo deferimento ou não.

Maioria contestada

Ao todo, a Procuradoria Regional Eleitoral analisou 3.167 solicitações de registros. Além dos 60 impugnados em função da Lei da Ficha Limpa, 1.415 (47%) pedidos tiveram o mesmo destino, a grande maioria, conforme a assessoria da PRE, por conta da ausência de algum documento considerado importante.

A Procuradoria pediu, ainda, diligência em outros 965 registros de candidatura, totalizando 2.440 contestações (77% do total de pedidos de registro). Este tipo de procedimento é solicitado em casos de menor gravidade, quando há, por exemplo, a falta de documentações simples, explica a assessoria. Com a pendência contornada, o registro é regularizado.

A assessoria destaca que o balanço contabilizou apenas os pedidos de registro publicados nos quatro editais pelo TRE-SP, e, portanto, não contempla os pedidos remanescentes de registro de candidatura.

DEM O PARTIDO MAIS CORRUPTO DO BRASIL APOIA SERRA. O VICE DO SERRA É DO DEM. SERRA APOIA O DEM

Lula: 'Oposição vai perder as eleições presidenciais'

ARIEL PALACIOS – Agência Estado
“A oposição vai perder as eleições presidenciais.” Sorrindo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pronunciou a frase durante a 39ª Cúpula de presidentes do Mercosul, realizada hoje na cidade argentina de San Juan. O público que ouviu a declaração era composto pela presidente do país anfitrião, Cristina Kirchner, e os colegas Sebastián Piñera, do Chile, José Mujica, do Uruguai, Evo Morales, da Bolívia, e o paraguaio Fernando Lugo, além de representantes dos governos de Peru, México, Colômbia e Egito.

“Para quem está no governo oito anos não é nada”, disse Lula, em referência a seus dois mandatos presidenciais consecutivos. “Mas, com certeza, para a oposição, oito anos é uma eternidade”, ironizou o brasileiro perante os presidentes do Mercosul, vários dos quais riram com o comentário de Lula, que teve cautela em evitar de citar de forma explícita o candidato José Serra, do PSDB.

Na sequência, Lula brincou com o idioma local ao iniciar uma declaração: “Entonces (“então” em espanhol), terei que sair um pouco para contemplar a oposição, que quer disputar uma eleição, embora vá perder.” Ele também criticou – sem citar nomes – representantes da oposição que são contrários ao Mercosul.

Depois, em coletiva de imprensa, o presidente brasileiro citou o crescimento do comércio do bloco e destacou que com a Argentina o fluxo comercial bilateral no primeiro semestre deste ano foi de US$ 15 bilhões, um recorde histórico. “E com certeza chegaremos aos US$ 30 bilhões neste ano”, afirmou.

MPE entra com ação contra Serra e PSDB-PE por propaganda antecipada

MPE entra com ação contra Serra e PSDB-PE por propaganda antecipada

Serra é acusado de usar inserções partidárias para fazer campanha.
Tucano já foi multado seis vezes pelo TSE; valores somam R$ 35 mil.

Débora Santos Do G1, em Brasília

O Ministério Público Eleitoral (MPE) ajuizou nesta terça-feira (3) ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra e contra o Diretório Estadual da legenda em Pernambuco por antecipar campanha em propaganda partidária exibida em televisão nos dias 2, 4 9 e 14 de junho.

O MPE acusa legenda e candidato de usarem as inserções partidárias para transmitir “mensagem de conteúdo eleitoral”, que faria indicação da candidatura de Serra e menção às razões para que o eleitor o apoiasse.

“Nós vamos acelerar a refinaria, a expansão do Porto de Suape e a Ferrovia Transnordestina. E vamos melhorar muito a saúde, como eu fiz quando era ministro. [...] Nós vamos aumentar e fortalecer o programa Bolsa Família, mais gente e mais recursos, e vamos cuidar também do futuro dos seus filhos”, teria afirmado Serra em trechos da propaganda citados na ação.

A vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, afirma que há “clara divulgação da ação política que José Serra pretende desenvolver”. O MPE pede à Justiça Eleitoral que os envolvidos sejam condenados ao pagamento de multa no valor máximo (R$ 25 mil) ao candidato tucano.

Serra já foi multado seis vezes pela Justiça Eleitoral neste ano. O total já soma R$ 35 mil em penalidades aplicadas a José Serra.

O advogado do PSDB Ricardo Penteado afirmou ao G1 que vai apresentar defesa no caso e que, para a legenda, as inserções não têm cunho eleitoral.

“Vamos avaliar, mas entendemos que não há nenhum cunho eleitoral nessas inserções. Acho muito provável que estejam no mesmo tom de outros que já foram absolvidas pelo TSE”, afirmou a defesa de José Serra.

 

Voto em Dilma segue satisfação econômica

Segundo Ibope, a petista tem 17 pontos porcentuais de vantagem sobre Serra entre os que acham que o poder de compra melhorou
Daniel Bramatti – O Estado de S.Paulo
A pesquisa Ibope/Estado/TV Globo mostra uma correlação direta entre o desempenho da presidenciável do PT, Dilma Rousseff, e a percepção dos eleitores de que houve melhora nas oportunidades de emprego e no poder de compra nos últimos dois anos.

Segundo a pesquisa, sete em cada dez eleitores consideram que seu poder de compra melhorou desde 2008. Nesse segmento, Dilma tem 47% das intenções de voto, 17 pontos porcentuais a mais que o tucano José Serra.

No eleitorado total, a petista está com cinco pontos de vantagem sobre Serra (39% a 34%).

Em relação ao emprego, 57% dos entrevistados disseram que as oportunidades melhoraram “um pouco” ou “muito”. Entre esses eleitores, a candidata do PT volta a aparecer com 47% das preferências, enquanto Serra fica com 28%.

O candidato tucano tem maioria entre os eleitores que perceberam deterioração no mercado de trabalho e no poder de consumo. E também está na frente no segmento do eleitorado que considera a situação ficou igual nos dois tópicos.

Os números ajudam a entender as diferenças regionais no desempenho de Dilma e de Serra. O Nordeste, principal reduto eleitoral da candidata petista, é a região que concentra mais eleitores satisfeitos com a evolução de seu poder de consumo (75%). No Sul, onde o candidato do PSDB colhe seus melhores resultados, a percepção de melhora é menor – atinge 58% do eleitorado. A mesma tendência se verifica em relação ao emprego: 61% veem melhoras no Nordeste, e 53% no Sul.

Dadas as diferenças de perfil econômico. Nordeste e Sul sofreram impactos distintos de políticas públicas do governo, como a valorização do salário mínimo e a ampliação de programas sociais. Entre os entrevistados pelo Ibope no Nordeste, 39% se declaram beneficiados direta ou indiretamente pelo programa Bolsa Família. No Sul, essa parcela foi de apenas 10%.

Educação e impostos. O Ibope também mediu o grau de satisfação do eleitorado com outros itens, como a saúde, a educação, a segurança pública e a carga tributária. Dilma também se sai melhor entre os eleitores que observaram melhoras nesses tópicos nos últimos dois anos – mas os satisfeitos não são a maioria da população, diferentemente do que ocorre em relação ao emprego e à renda.

Em relação a quanto se paga de impostos no País, 31% dos entrevistados afirmam que “piorou muito” ou “piorou pouco”. Para 26%, a situação melhorou pouco ou muito. Em relação à saúde pública, a parcela dos que veem melhoras (38%) nos últimos dois anos é maior que a dos que percebem piora (32%). O mesmo acontece na área da educação (49% a 19%).

A pesquisa mostra que Dilma e Serra têm, respectivamente, 47% e 31% das intenções de voto entre os beneficiados pelo programa Bolsa Família.



PT publica direito de resposta no site do PSDB

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=xcwcu0PKhpU&hl=pt_BR&fs=1]

'Moçada' de Brasília lança um Rap para Dilma

A iniciativa do grupo de jovens de Brasília que criou este rap para a candidata Dilma, mostra cada vez mais que a campanha de Dilma chega em todas as cidades, todos os lugares, em todas as camadas sociais e principalmente entre os jovens com sua música e irreverência de uma juventude que se expressa do seu jeito e quando sente que chegou a hora.
A inspiração da música para a candidata Dilma Rousseff deve surgir da identificação de quem fez parte de um governo que criou oportunidade para os mais jovens como as Escolas Técnicas, o ProUni, as Cotas Raciais, o Bolsa Família, e que Dilma junto com Lula criaram mais esperanças de um futuro melhor para os jovens. E como dizem, é a voz da moçada.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=LF4ltDfRynw&hl=pt_BR&fs=1?rel=0&color1=0x5d1719&color2=0xcd311b&border=1]

Rap “Dilma, A voz da Brasil”
Recebi o vídeo acima com o “Rap da Dilma” de Johnnie Ceilandese
Johnnie Ceilandese é Professor de Basquete de Rua
CUFA ESPORTE DF
RAPPER GRUPO PR15

Violência e Desenvolvimento

*por FERNANDO RIZZOLO

Blog do Rizzolo –

Outrora, um dos discursos mais utilizados no mundo sempre foi a relação entre injustiça social, violência e criminalidade, cujo argumento tinha o intuito de apenas apontar a variante social como a principal causa dos desajustes da sociedade.

Contudo, parece ter havido um revisionismo moderado no que diz respeito a essa questão, até porque podemos observar nos países socialistas ou capitalistas que a questão da criminalidade e da violência transpõe a seara das desigualdades econômicas, colocando esse fator como um agregado, de importância relevante, da problemática social.

É bom lembrar que encontramos em nossa legislação, no âmbito das execuções penais, medidas de reabilitação como a progressão penal, que podem ser interpretadas de forma errônea, permitindo, de certo modo, uma interpretação simplista e equivocada da aplicação da lei, proporcionando, muitas vezes, discursos radicais no âmbito dos direitos humanos, remetendo-nos aos costumes repressivos medievais.

A grande questão é projetarmos um desenvolvimento econômico sustentável, acompanhado de maior inclusão social e controle estatal repressivo, dentro, evidentemente, da legalidade e dos princípios constitucionais. Esse fino ajuste social, firme na aplicação da lei e na revisão de alguns aspectos legais, servirá de resposta aos anseios do povo brasileiro, que já considera a violência e a criminalidade os problemas que mais incomodam a população (22,9%), seguidos das drogas (21,2%), do desemprego (19%), da falta de oportunidades de trabalho (8%) e do sistema de saúde (6,7%), segundo constatou uma pesquisa realizada este ano pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e pelo Instituto Sensus.

Tornar a sociedade brasileira mais justa só será possível com maior oferta de empregos, desenvolvendo o mercado interno, promovendo a transferência de renda e maior acesso à saúde para as populações mais carentes. O ciclo de medidas sociais e jurídicas, em um contexto penal moderno, poderá trazer maior visão humanitária na correta aplicação do direito penal, no combate ao crime organizado e na determinação em fazer da pena uma verdadeira versão reabilitadora, num panorama humanístico, jamais ferindo os princípios da dignidade humana e dos direitos humanos.

Fernando Rizzolo é Advogado e editor do Blog do Rizzolo –

Serra entende de segurança, quer até criar um ministério

   Confronto entre Polícia Militar e Polícia Civil

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=0s-moFj_QDU&hl=pt_BR&fs=1?rel=0&color1=0x5d1719&color2=0xcd311b&border=1]

 São Paulo, 2008, durante o governo José Serra

Você Com Dilma – 1.7

Você Com Dilma – 1.8

Você Com Dilma – 1.9

Você Com Dilma – 1.10

Arthur Virgílio e Agripino Maia rifam Serra da campanha

De todos os sumiços anotados pela cúpula da campanha de José Serra, nenhum causa mais espécie que o de Arthur Virgílio (PSDB-AM), informa a coluna "Painel" da Folha de S.Paulo. É mais um capítulo para a série de debandadas tucanas na eleição.

Na duríssima tentativa de viabilizar sua reeleição, Virgílio se aliou ao candidato a governador Alfredo Nascimento (PR), que apoia a presidenciável Dilma Rousseff. Com isso, o senador rifou a campanha presidencial tucana no Amazonas.

Outra praça a preocupar o comando serrista é o Rio Grande do Norte. Ali a oposição tem a líder nas pesquisas, Rosalba Ciarlini (DEM), pupila do senador Agripino Maia (DEM). Mas a campanha esconde o candidato presidencial. Trata-se de conselho da marquetagem para não contrariar o eleitorado tão simpatizante do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e potencial apoiador de Dilma.

A situação de Serra já era complicada, conforme revelou levantamento da Folha. Com 25 dias de campanha, os candidatos a governador aliados ao tucano nos oito maiores colégios eleitorais do país — que representam 94 milhões de eleitores — ainda não haviam incorporado a imagem de Serra em seus santinhos, adesivos e cartazes.

Até sexta-feira (30), só a campanha de Antonio Anastasia, em Minas Gerais, começava – timidamente e sob muita pressão – a produzir material casado. Mesmo em São Paulo, base de Serra, ainda não há material com ele ao lado de Geraldo Alckmin, exceto painéis em encontros de sua coligação.

Nos sites dos candidatos nesses oito estados, não havia um único material de campanha casado disponível para download. Nem mesmo na apresentação das páginas havia uma foto do candidato. A foto oficial de Serra, em alta resolução, está disponível no seu site oficial desde o início da corrida presidencial. Com ou sem Serra, o custo de imprimir um adesivo, por exemplo, é o mesmo.

Na campanha a governador de Marcos Cals (PSDB-CE), em vez do presidenciável Serra, o postulante à reeleição no Senado Tasso Jereissati é onipresente nas propagandas. Segundo José Liberato, coordenador da campanha de Cals, Serra ainda não entrou por "dúvidas na hora de contabilizar os custos" da impressão da imagem do candidato.

No Paraná, onde Beto Richa (PSDB) lidera as pesquisas e por onde Serra iniciou oficialmente sua campanha, a promessa era que o material casado comece a ser distribuído nesta segunda-feira. Ou seja, quando a campanha estará quase entrando na quarta semana.

O “esquecimento” se estende a Pernambuco, segundo maior eleitorado do Nordeste, região onde Serra tem o pior desempenho nas pesquisas. A coordenação da campanha de Jarbas Vasconcelos (PMDB) disse, na quarta-feira, que a imagem do tucano chegara na véspera. Até sábado, contudo, ainda não havia material casado.

Coordenador da campanha de Serra, o senador Sérgio Guerra nega que os aliados estejam escondendo deliberadamente a imagem do presidenciável tucano nos estados. Ele mesmo disse não ter Serra em seus santinhos para deputado federal. Segundo Guerra, por erro na montagem do material.

Mas, ao tentar minimizar o problema, o coordenador de Serra aponta uma razão equivocada: diz que a falda de material casado atinge também a campanha Dilma Rousseff (PT) – o que não é verdade. A imagem de Dilma acompanhava o material de campanha de seus aliados em sete dos oito maiores estados.

Guerra citou um exemplo equivocado da Paraíba – em que a imagem de José Maranhão (PMDB), aliado de Dilma, estaria associada exclusivamente ao presidente Lula. "Por que tinha material dele só com o Lula? Porque o Lula dá voto, e a Dilma não dá", disse Guerra. O material de Maranhão, no entanto, inclui Dilma.

Folha de S.Paulo

Governador do Ceará chama Veja de "tendenciosa" e diz que processará revista

Redação, Portal IMPRENSA

“No último domingo (01), durante o primeiro debate eleitoral pelo governo do Ceará, Cid Gomes (PSB-CE), atual governador, declarou que a revista Veja é tendenciosa.

Ao ser indagado pelos jornalistas presentes no debate a respeito da matéria da semanal que questiona a lisura do processo de licitação na escolha de uma empreiteira para a obra de reforma do estádio Castelão, para a Copa do Mundo de 2014, Gomes pontuou que a revista “deturpou” as informações e que moverá ação por conta da reportagem. De acordo com a publicação, o processo teria favorecido uma empresa ligada ao chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho.

“A matéria já começa a ser deturpada do seu início. A concorrência do Castelão não terminou ainda. A Veja já apoiou o Collor e faz uma oposição violenta e desmedida ao presidente Lula, em muitas vezes fraudando os fatos, e isso está se repetindo comigo. Para cada acusação que a Veja faz nós vamos adotar as medidas judiciais cabíveis para isso. A revista tem uma notória e frequente má vontade e é uma revista que tem uma posição sempre tendenciosa e os brasileiros sabem como é”, afirmou Gomes.

O debate recebeu também os candidatos Lúcio Alcântara (PR/PPS), Marcos Cals (PSDB); Francisco Gonzaga (PSTU), Maria da Natividade (PSTU), Marcelo Silva (PV) e Soraya Tupinanbá (Psol), segundo informa o portal Terra.”

Dilma Rousseff é recebida por mais de 10 mil pessoas em Curitiba

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=5ttB3NUWeso&hl=pt_BR&fs=1]

Adesivos "AGORA É DILMA" são espalhados pelo Brasil

Veja os adesivos AGORA É DILMA sendo postados pelos CORREIOS. Milhares de amigos e amigos do Blog da Dilma estão recebendo em suas residências os nossos adesivos. É a força do blog que estimula a militância petista de todo o Brasil. Você que já recebeu nossos adesivos, tire algumas fotos e envie para publicação através do e-mail:
blogdadilma13@gmail.com

PARE E PENSE:

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim.” João 5.39
Existem pessoas que dizem: “Eu vou à igreja, isso me basta!” Quem fala assim? Em geral são aqueles que estão satisfeitos com a pregação do domingo. Em “cristãos” desse tipo se faz a triste constatação de que seus interesses, exceto uma certa religiosidade, estão voltados para outras coisas. A pessoa que não tem fome pela Palavra de Deus, mesmo se chamando cristã, deve se perguntar se é renascida. Pessoas assim gostariam muito de apagar a divisa entre o mundo e o discipulado de Jesus. Neste instante pode surgir a pergunta: mas não se pode mais gozar a vida? Não se pode ir ao cinema, ver um bom filme, não se pode mais dançar? Simplesmente vá tantas vezes quantas seu coração tem fome disso. Mas saiba que este é justamente o termômetro que mostra até que ponto você tem a Jesus de verdade. Aquele que de fato é renascido não pode mais correr atrás do mundo. Estamos no mundo, mas não somos mais do mundo. Jesus Cristo se tornou o conteúdo e alvo de toda a nossa vida. Por isso, Ele nos separa de tudo que possa nos impedir de seguir em direção a esse alvo.

Serra desistirá do slogan "O Brasil pode mais"

Depois de desistir do jingle “Serra é do bem”, porque passou a ser cantado como “Serra é do DEM”, o candidato demo-tucano José Serra (PSDB/SP) desistirá também do slogan “O Brasil pode mais”.

Os marqueteiros tucanos chegaram à conclusão que slogan não ajuda, apesar de ser “a cara” do Serra: insosso, evasivo, pretensioso, mas nada convincente quando associado ao demo-tucano. (Com informações do Poder Online)

Conflito campal entre polícias é marca da política de segurança de Serra, diz analista

Especialista aponta que batalha em frente ao Palácio dos Bandeirantes interrompeu esforço antigo de integração de polícias
Por: João Peres, Rede Brasil Atual
São Paulo – Para especialistas, o conflito entre policiais civis e militares de São Paulo representa uma piora sensível da política de segurança pública do governo estadual. A condução convencional deu lugar a novos entraves. Em 16 de outubro de 2008, policiais civis, em greve havia 31 dias, realizavam um protesto em direção ao Palácio dos Bandeirantes, residência oficial do então governador paulista, José Serra, hoje candidato à Presidência da República pelo PSDB.
Mas o encontro com a Polícia Militar resultou em um enfrentamento transmitido para todo o Brasil e com repercussão internacional. Na ocasião, a batalha em campo aberto foi analisada pelo Times Online, da Grã Bretanha, em função do alerta das Nações Unidas de que deveria ser revertida a situação de baixos salários da polícia brasileira.
» Delegados de SP têm pior remuneração do país, diz estudo
» Serra ‘foge’ de explicar ataque à polícia
Serra preferiu não receber os policiais civis, dando mostras de inflexibilidade. A Polícia Militar, como fez ao longo da gestão do agora candidato à frente do estado, cumpriu a ordem de reprimir movimentos reivindicatórios. A diferença é que, desta vez, do outro lado estavam homens igualmente armados e que carregam, entre si, o peso de disputas por espaço. O resultado imediato foi de 24 feridos e manchas na imagem da política de segurança estadual.
A longo prazo, os efeitos são piores. Renato Sérgio de Lima, secretário-geral do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, lembra que foi prejudicado todo e qualquer esforço de integração das polícias. A divisão histórica é vista como um dos fatores para explicar os altos índices de criminalidade no estado, já que a comunicação entre policiamento ostensivo e investigativo fica prejudicada.
Lima lembra que, durante a gestão de Mário Covas, a primeira que o PSDB teve em São Paulo, foi feito um esforço grande na melhoria deste intercâmbio. “Se é que os governos posteriores não abandonaram isso, na prática deram menos ênfase, tiveram uma administração mais tradicional da polícia”, analisa. Ele refere-se aos seis anos de gestão de Geraldo Alckmin e três de José Serra.
O que vinha com problemas agravou-se. O especialista entende que os fatos de 2008 significam um enorme refluxo nos esforços empreendidos desde a década anterior. “É extremamente emblemático que, quando as reformas não ocorrem de uma maneira definitiva, ao menor sinal, podem retroceder muito. É uma quebra de confiança, uma fragilização da política de integração que vinha sendo conduzida há muitos anos.”
Luiz Flávio Sapori, ex-secretário de Segurança Pública de Minas Gerais e secretário-executivo do Instituto Minas pela Paz, entende que o setor de investigação vinha avançando na polícia paulista, com melhoria na resolutividade de casos. Mas, de 2008 para cá, a situação mudou. “Isso por conta do acirramento dos conflitos corporativos entre as duas polícias, que teve o ápice no enfrentamento em frente ao palácio de governo. Isso afeta a motivação policial na ponta, bem como aumenta a distância entre os trabalhos da polícia ostensiva e da polícia investigativa. À medida que esse trabalho é distante, antagônico, a eficiência na repressão ao crime diminui.”

RESUMO DAS NOTICIAS DO DIA

Nacionais:

- Lula e dona Marisa respondem a perguntas do Censo 2010; (3)
- Vendas de carros têm seu melhor julho. Com base em promoções, montadoras registraram o melhor julho da história – e o terceiro melhor mês no geral -, com 302,4 mil veículos novos vendidos, 15% a mais que em junho; (1)
- Bovespa fecha em alta pelo 11º dia consecutivo. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) subiu hoje (2/8) mais uma vez. O Ibovespa, principal índice da bolsa paulista, encerrou o dia com alta de 1,48%, aos 68.517 pontos. Esse é o maior patamar desde 26 de abril, quando a Bovespa fechou aos 68.871 pontos; (3)
- Exportação de açúcar é recorde em julho, com 2,9 mi de toneladas. Montante é 15,8% maior que as 2,5 mi de toneladas de junho e 25% superior que o registrado em julho de 2009; (2)
- Caixa atinge 40 milhões de contas de poupança em julho. No mês passado, captação líquida foi de R$ 2,9 bi, recorde para um único mês nos últimos dez anos; (2)
- Boa notícia. Brasileiros que vivem no Japão poderão sacar o FGTS; (1)
- Vendas reais de supermercados sobem 4,92% em 12 meses, aponta Abras. No semestre, o faturamento dos supermercados teve alta de 5,57% sobre igual período do ano passado; (2)
- Contribuinte já pode retificar IR para incluir parceiro homossexual como dependente. Declarante poderá retificar os documentos apresentados nos últimos cinco anos; (2)
- Correios querem avião próprio para entregar encomendas. Novo presidente da estatal diz que a proposta pode evitar problemas ocorridos este ano com o Sedex 10. (2)
Política
- Lula sanciona lei sobre política nacional de reciclagem de lixo; (3)
- Lula pede a ministros que priorizem ações de governo até o fim do mandato; (3)
- Presidente Lula sanciona lei que cria empresa para gerenciar o pré-sal; (3)
- Dilma defende abertura de capital da Infraero para melhorar aeroportos; (2)
- Treino para os jogos de 2016. A candidata Dilma Rousseff (PT) foi apresentada ontem, no COB, ao projeto da Olimpíada de 2016. Ao lado do governador Sérgio Cabral (PMDB), ela ressaltou a preocupação com os investimentos em esportes de alto rendimento e escolares, além de lembrar que a segunda versão do PAC vai construir ou reformar 10 mil escolas com quadras esportivas; (1)
- Queremos ser uma potência esportiva e social, diz Dilma; (2)
- Dilma defende transferência de líderes do crime organizado para presídios de segurança máxima; (3)
- PT obtém direito de resposta contra revista Veja e PSDB. (2)
Esportes:
- Mano diz que convocação prova que todos têm chance na seleção. Técnico também afirma que é preciso ‘recuperar o protagonismo e reinventar o jeito brasileiro de jogar’; (2)
- Fernandão quer São Paulo agressivo na Copa Libertadores. Atacante espera fazer mais do que ‘só o suficiente’ contra o Internacional, no segundo jogo da semifinal; (2)
- ‘Quero sair campeão’, diz André antes de deixar Santos. Atacante disputará seu último jogo nesta quarta-feira, contra o Vitória, e sonha com o gol do título; (2)
- F1 – Michael Schumacher pede perdão a Barrichello e aceita punição. ‘Devo dizer que os comissários estão certos. A manobra contra Rubens foi muito agressiva’, afirma
; (2)
Internacionais:
- Obama marca fim de combate no Iraque para 31 de agosto. Em evento com veteranos em Atlanta, o presidente Barack Obama reafirmou que as ações de combate dos EUA no Iraque serão encerradas em 31 de agosto; (1)
Brasília/DF:
- Agnelo visita creche do Recanto das Emas e encerra o dia com agenda interna. Candidato a governador do DF pelo PT, Agnelo Queiroz apostou em buscar votos de uma maneira diferente, nesta segunda-feira (2/8). O político foi, pela manhã, a uma creche do Recanto das Emas. Desde o início da campanha, é a primeira vez que o petista visita entidades do segmento. Agnelo conversou com pais, monitores e diretores da instituição; (3(
- Governo sanciona Lei do Passe Livre. O GDF passará a custear apenas um terço do valor das passagens dos estudantes, e não mais 100%, como atualmente.O governo ressalta que está descartada qualquer autorização para aumento de tarifa; (5)
- Nova feira da Torre de TV deve ser inaugurada em 45 dias Os 40 feirantes que tiveram as barracas interditadas após queda de parte da marquise podem retornar ao trabalho até sábado; (3)
- UnB fará vestibular e PAS em dezembro. O calendário de seleções para a graduação anunciado ontem pela Universidade de Brasília, prevê as três etapas do Programa de Avaliação Seriada nos dias 4 e 5. Já o primeiro vestibular de 2011 deverá ocorrer nos dias 18 e 19 do mesmo mês; (1)
- Operação Álcool Zero autua 36 motoristas embriagados durante o fim de semana; (3)
- O tempo em Brasília ficará hoje entre 12° e 25°. Sol com algumas nuvens. Não chove. (3)
Dilma Rousseff
O Brasil unido pela vitória do seu povo em primeiro turno
Editor:
Carlos Honorato
karlos.honorato2@yahoo.com.br

Lula sanciona projeto que cria estatal do pré-sal

Valor Online: O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta segunda-feira o projeto de lei que cria a Pré-Sal Petróleo S.A, estatal que irá gerenciar os contratos de exploração de petróleo na camada do pré-sal, vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME). Os membros da diretoria executiva da estatal serão nomeados pelo Presidente da República, por indicação do MME.
O projeto de lei foi aprovado sem vetos. Ou seja, foi mantido na íntegra o texto enviado pelo Senado. A lei deverá ser publicada na edição de amanhã do Diário Oficial da União (DOU).
A Pré-Sal Petróleo vai monitorar as atividades sob o regime de partilha do petróleo e gás da camada pré-sal, inclusive participando dos consórcios que se apresentarem (tendo sempre a Petrobras como participante) para disputar a exploração de áreas do pré-sal. Entretanto, ela não participará diretamente das atividades de exploração e produção e nem da venda do petróleo.

Dilma arrecada mais do que Serra e Marina juntos

Tucano obteve R$ 3,7 mi, receita menor que a da candidata do PV, de R$ 4,65 mi
Na primeira prestação de contas da campanha ao TSE, a presidenciável petista vai informar ter recebido R$ 11,6 mi
Adriano Vizoni/Folhapress
BERNARDO MELLO FRANCO – DE SÃO PAULO – VALDO CRUZ – DE BRASÍLIA
Na primeira prestação de contas oficial da campanha, a candidata Dilma Rousseff (PT) informará hoje ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ter arrecadado mais do que a soma das doações recebidas pelos adversários José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV). Segundo o comando da campanha petista, ela encerrou o primeiro mês da corrida presidencial com receita total de R$ 11,6 milhões. Com menos de um terço das intenções de voto de Serra, Marina informará uma arrecadação maior que a do tucano. Ela vai declarar doações de R$ 4,65 milhões, enquanto Serra dirá ter recolhido R$ 3,7 milhões. O total de R$ 19,95 milhões declarado pelos três candidatos corresponde a menos de 5% dos R$ 427 milhões que eles esperam arrecadar até outubro.
Os números serão informados oficialmente hoje e foram antecipados ontem à Folha pelas cúpulas dos partidos que lideram a disputa pela sucessão de Lula.
Nesta fase da campanha, os presidenciáveis não são obrigados a informar o nome dos doadores. A origem do dinheiro só precisa ser informada na prestação de contas final, a ser entregue até 30 dias após a eleição. As três candidaturas vão informar mais receitas do que despesas. De acordo com o PT, Dilma já gastou R$ 10 milhões. O valor inclui R$ 58 mil devolvidos à Presidência pelo deslocamento de Lula para o primeiro comício da campanha, no Rio. O partido promete reembolsar todos os gastos futuros com a participação do presidente no palanque de sua ex-chefe da Casa Civil. As campanhas de Serra e Marina não anteciparam as despesas informadas ao TSE, mas disseram ter gasto valores próximos ao que foi arrecadado até o fim de julho.

TSE dá direito de resposta ao PT contra "Veja"

Reportagem tratava da acusação de que partido é ligado às Farc; cabe recurso da decisão
DE BRASÍLIA
O Tribunal Superior Eleitoral concedeu, por 4 a 3, direito de resposta ao PT a ser publicado em uma página da próxima edição da “Veja”. O pedido se refere a reportagem publicada pela revista depois da entrevista concedida pelo candidato a vice do tucano José Serra, Indio da Costa (DEM), ao site “Mobiliza Brasil”, na qual ele ligou o PT às Farc e ao narcotráfico. A reportagem, da semana passada, é intitulada “Indio acertou o alvo”. Segundo o texto, “o episódio foi uma afobação de iniciante, mas o vice de José Serra está correto em se espantar com a ligação de membros do PT com as Farc e seus narcoterroristas”. O relator do caso, Henrique Neves, entendeu que a revista praticou ofensa ao concordar com o teor da entrevista de Indio. Os ministros que votaram contra entenderam que o pedido pode se confundir com censura. A revista ainda pode entrar com recursos chamados de “embargos de declaração”, mas eles não têm força para suspender a decisão antes de serem julgados. A Folha não conseguiu ouvir ninguém do departamento jurídico da revista.

TSE concede direito de resposta ao PT em site do PSDB

FELIPE SELIGMAN – DE BRASÍLIA

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) concedeu direito de resposta ao PT, que deverá ser publicado por dez dias no site “Mobiliza PSDB”, ligado à campanha do tucano José Serra. O pedido se refere a entrevista do candidato à vice, Indio da Costa (DEM), ao portal, ligando o PT às Farc, ao narcotráfico e a “tudo o que há de pior”. O relator do caso, ministro Henrique Neves, entendeu que a relação feita pelo candidato entre o PT o narcotráfico é “por si só suficiente para caracterizar ofensa passível de direito de resposta”. A decisão do tribunal, formado por sete ministros, foi unânime.

JINGLE DE DILMA – LUCINO SANTANA

OUÇA E CANTE COM LUCINO SANTANA!

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=UfCyoftQGG0&hl=pt&fs=1]

ACOMPANHE A LETRA!

De um passado ruim eu não esqueço.
Nem faço muita força prá lembrar.
Viver de novo aquilo não mereço.
Pra trás o meu país não vai andar!

Busquei a vida inteira um herói prá mim.
Alguém de quem pudesse me orgulhar.
Já fez a sua parte, a História vai dizer.
Agora quero Dilma em seu lugar!

O carro está andando e não pode parar.
E nela voce pode confiar.
Vai deixar sua marca, a História vai dizer.
Em Dilma presidente vou votar!

(refrão) Dilma Rousseff é o Brasil melhor prá voce.
Este país vai conquistar o mundo, podes crer.
Eu acredito na mulher, porisso vou lutar.
Para o Brasil continuar crescendo Dilma! (bis)

A BLOGOSFERA COM DILMA 13

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=rkPV-d_bQNI&hl=pt_BR&fs=1]

Adesivos "AGORA É DILMA" são espalhados pelo Brasil

Veja os adesivos AGORA É DILMA sendo postados pelos CORREIOS. Milhares de amigos e amigos do Blog da Dilma estão recebendo em suas residências os nossos adesivos. É a força do blog que estimula a militância petista de todo o Brasil. Você que já recebeu nossos adesivos, tire algumas fotos e envie para publicação através do e-mail:
blogdadilma13@gmail.com

Luiza Lins, mãe da prefeita de Fortaleza é candidata a deputada estadual pelo PT

A professora Luiza Lins, mãe da guerreira e prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, já colocou seu bloco vermelho nas ruas. Será que a carismática prefeita petista elegerá sua mãe a deputada estadual pelo estado do Ceará?

Falando fracamente com você

Tem muita gente, principalmente políticos, que desconhece a grandeza e o poder de influência e participação do Blog da Dilma nessas eleições. Estamos desde 2008 construindo fundamentos para enaltecer a imagem da companheira Dilma Vana Rousseff, o primeiro site do Brasil a falar da possibilidade dela se tornar a primeira presidenta do país. Consegui organizar em um só portal, uma das melhores equipes de profissionais da blogosfera nacional, tornando o Blog da Dilma o maior e melhor portal da Dilma Rousseff na internet, já chegando a quase 7 milhões de visitas. Ganhamos o prêmio TOP BLOG 2009 – o melhor blog político do Brasil e ficamos em segundo lugar na Bienal do Livro de 2009. O Blog da Dilma foi matéria em mais de 560 jornais, revistas, emissoras de televisão e rádios. Até o jornal argentino LA NACION fez uma bela reportagem sobre nosso trabalho. Hoje, o Blog da Dilma é o portal mais visitado no Brasil. São mais de 60 sites da Argentina, Uruguai e Paraguai que são linkados com o endereço do Blog da Dilma.
Muita gente não sabe, que, o Blog da Dilma tem um cadastro de mais de 50 mil pessoas do Brasil, dos Estados Unidos e da Europa que estão recebendo adesivos e materiais do Blog da Dilma, lugares que não existe nenhum Diretório do PT ou do PCdoB, e como convencer esse eleitor a votar na Dilma Rousseff? Mas, o Blog da Dilma chega lá, enviando pelos Correios os adesivos AGORA É DILMA. O Blog da Dilma tem credibilidade e faz política a sério. Para que tudo isso funcione com muita organização, estamos de público solicitando sua ajuda financeira para manter o Blog da Dilma no ar e exercendo seu papel político nessas eleições.
Até agora não conseguimos juntar os R$ 3.500,00 para comprar as passagens e estadia para o I ENCONTRO NACIONAL DE BLOGUEIROS PROGRESSISTAS, que será em São Paulo nos dias 21 e 22 de agosto. O editor Cartaxo Arruda Junior não vai poder viajar comigo pelo motivo de grana. Infelizmente.
Grande parte do dinheiro que entra é para pagar as gráficas e outros compromissos importantes do Blog da Dilma. Gostaria da sua generosidade de colaborar financeiramente.
Atenciosamente, Daniel Bezerra – criador e editor geral do Blog da Dilma. (Fone:85-81629695-ligue)

Banco do Brasil – 001 – Agência – 0675-0 – Conta – 40547-7, em nome de Lucas Silva de Oiveira, coordenador financeiro do Blog da Dilma.



Em nome de Lucas Silva de Oliveira
Acessos

Peça seus adesivos
Para receber os adesivos "AGORA É DILMA", envie seu nome e endereço completo com cep e a quantidade de adesivos para blogdadilma13@gmail.com Continue depositando na conta do Blog da Dilma. BANCO DO BRASIL(001) AGÊNCIA 0675-0 - CONTA: 40547-7 em nome de Lucas Silva de Oliveira, Fale com o Daniel Bezerra -(Ligue 85-81629695-editor geral).
Youtube Video
Blog super acessado
Nosso e-mail

Escreva para o BLOG DA DILMA:
blogdadilma13@gmail.com

Calendário de Posts
agosto 2010
S T Q Q S S D
« jul    
  1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31  
Portal de Campanha
Em São Paulo


No Ceará












Na Bahia
No Rio Grande do Sul
No Rio de Janeiro
Blog Socialista


PIG


Quem está Online
0 Membros.
4 Visitantes.
Dilmista online

Militantes online