Arquivo para agosto 11th, 2010 página

Lula dá aumento acima da inflação a aposentados. Bye bye Serra 2010

Extraído do blog Amigos do Presidente Lula:

Lula aprova aumento acima da inflação para aposentados
O Presidente Lula aprovou um ganho acima da inflação para o salário mínimo e para todas as aposentadorias do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em 2011. A medida está no texto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), aprovado em 8 de julho no Congresso e publicado ontem no “Diário Oficial da União”, com a assinatura de Lula.
O texto não determina qual será o futuro valor do mínimo ou das aposentadorias, diz que o reajuste deverá ser superior à inflação e precisará ser negociado entre governo e centrais sindicais, com base no índice de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto). A LDO também deixa em aberto o PIB de qual ano deverá ser usado no cálculo.
O acordo fechado entre governo e centrais sindicais, em 2006, para uma política de valorização do salário mínimo até 2023. O acordo determina que o reajuste do piso nacional será igual à inflação do período mais o PIB de dois anos antes. Se o acordo for seguido neste ano, o salário mínimo do ano que vem não será superior à inflação, porque o PIB de 2009 fechou negativo, em 0,2%.

TÔ COM DILMA – DEP RACHEL MARQUES

Sexta-feira em Fortaleza: Luizianne Lins e Pimentel no Circolador

Galera do Blog da Dilma em Fortaleza. Você não pode deixar de comparecer nesta sexta-feira, na avenida da Universidade com Domingos Olímpio, a partir das 18 horas no CIRCOLADOR DE CAMPANHA, ao evento de inauguração do Comitê do nosso senador Pimentel 135. A prefeita Luizanne Lins e diversas autoridades, além da militância comparecerão ao evento petista.
SEXTA-FEIRA – 13 DE AGOSTO – ÀS 18 HORAS.
Poderemos ter a presença da próxima presidenta do Brasil, DILMA ROUSSEFF.

Acesse o site do PT CEARÁ:
Pimentel 135 Senador do Lula no Ceará:

Mercadante, o melhor para São Paulo é do PT

"O eleitor quer saber de propostas", diz Mercadante

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=pUbSMiu0GRE&hl=pt_BR&fs=1]

"Em seis meses vamos ter uma solução para a situação dos pedágios", diz Mercadante

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=kOFOr6MzxTc&hl=pt_BR&fs=1]

Kotscho: Jornal Nacional usa Marina contra o governo Lula e o PT

A entrevista desta terça-feira na bancada do Jornal Nacional era com a candidata do Partido Verde, a senadora Marina Silva. Mas o casal William Bonner e Fátima Bernardes não estava interessado em lhe perguntar sobre o seu partido, o programa de governo, as propostas que defende para o país.
Por Ricardo Kotscho, no Balaio do Kotscho
A seis semanas das eleições de 2010, os apresentadores do JN estavam mais preocupados em indagar Marina sobre um episódio de 2005, que ficou conhecido como escândalo do mensalão. Marina não teve nenhum envolvimento com o episódio, nunca havia se manifestado sobre o assunto, nem mesmo quando deixou o PT, no ano passado, para se tornar candidata a presidente pelo PV. Quer dizer, levantaram um tema que envolve um partido e um governo que não estavam presentes na entrevista para se defender. É, no mínimo, covardia. Queriam que Marina fizesse os ataques ao PT por eles para não dar muita bandeira.
O mais curioso é que, na noite anterior, quando fizeram de tudo para não deixar a candidata do PT falar, impedindo a ex-ministra Dilma Rousseff de expor suas ideias e concluir as frases, não lhe fizeram nenhuma pergunta sobre o mensalão. Nesta mesma linha, não será nenhuma surpresa se esta noite perguntarem ao candidato do PSDB, José Serra, o que ele acha dos erros do governo Lula e o que ele faria de diferente no governo.
Seria mais lógico que fizessem a pergunta sobre o mensalão a Serra, que nos últimos dias assumiu o papel de ombudsman do governo, já que nesta eleição ele é apoiado pelo PTB do ex-deputado Roberto Jefferson, um dos pivôs do escândalo.
Entrevista ou interrogatório?
Pior do que o conteúdo das perguntas, o que me impressiona nestas entrevistas do JN é a postura de Bonner, que mais parece estar interrogando um suspeito na delegacia do que um jornalista preocupado em arrancar dos candidatos informações que possam ser úteis para os eleitores interessados em saber o que eles pensam e pretendem fazer com o país caso sejam vitoriosos.
À medida que se aproximam as eleições e as últimas pesquisas, com a exceção do Datafolha, mostram o favoritismo da candidata Dilma, alguns jornalistas da grande imprensa parecem estar perdendo o recato. Chega a ser comovente o empenho de certos colunistas e blogueiros ao dizer o que o candidato José Serra e as oposições em geral devem fazer para reverter o quadro, atacando o governo, o presidente Lula e a sua candidata. No desespero, vale até abrir mais espaço para os candidatos nanicos na tentativa de levar a eleição para o segundo turno.
Por mais que todos façam declarações de fé no apartidarismo, neutralidade e na independência dos veículos, o noticiário é cada vez mais editorializado e nem as seções de cartas dos leitores escondem a preferência de cada qual. Tudo bem que escolham um candidato e rejeitem outro, mas seria mais honesto deixar isso claro, informando aos seus leitores/eleitores as razões desta escolha.
Caso contrário, fica esta hipocrisia, que se repete a cada eleição, como se os ouvintes, telespectadores e leitores fossem todos bobos e ainda corressem atrás dos chamados formadores de opinião na grande mídia para definir seu voto.

São Paulo é o único Estado que não contribui com o SAMU/192

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que atende o cidadão em sua casa, nas ruas e no local de trabalho não recebe um só centavo do governo tucano de São Paulo. Criado em 2003 pelo governo federal, as gestões Alckmin e Serra foram as únicas entre os estados brasileiros que não contribuíram com sua cota. O financiamento do SAMU é tripartite: 50% vêm do governo federal, 25% do Estado e outros 25% do município. É esta participação dos três entes da federação que dá sustentabilidade ao programa e propicia sua ampliação. No caso de São Paulo, todo o atendimento do SAMU, inclusive as ambulâncias, é custeado unicamente pelo governo federal e municípios – são 91 municípios e 32 centrais.
Municípios reclamam
Ao não cumprir a sua parte nas despesas, a conta fica mais pesada para os municípios, que são obrigados a arcar com a parcela que deveria do Estado. Se o Estado contribuísse com a percentagem que foi pactuada, certamente a cobertura do SAMU seria muito maior em São Paulo. Durante as audiências públicas, promovidas pela Assembleia Legislativa para discutir as audiências do Orçamento do Estado para 2011, muitos prefeitos e representantes das administrações municipais reclamaram da falta de compromisso do Estado para que as cidades possam assinar convênio para a implantação do SAMU com o governo federal. “Se o governo do Estado não der a sua parte, inviabiliza a implantação no SAMU”, salientou a coordenadora do Departamento de Saúde de Registro, Maria Cecília Della-Torre.
Atendimento SAMU
O SAMU alcança 106 milhões de brasileiros – Região Sul: 17.221.962; Nordeste: 26.179.381; Centro Oeste: 10.407.577;Sudeste: 45.371.427; Região Norte: 6.550.451. O atendimento em casos de urgências é feito pela ligação telefônica gratuita, por meio do número 192.
Assessoria de Comunicação – Liderança do PT na Assembleia Legislativa de SP
twitter/ptalesp

Mais um "rap" da moçada para Dilma

Esse rap criado por jovens que oferecem a música à candidata Dilma, foi postado no “Conversa Afiada” do Paulo Henrique Amorim. “Por favor, meu nome é Vinicius Lucas e estou aqui pra pedir que postem meu video no seu site.O video é o rap da Dilma. Não posso fazer uma proposta com dinheiro, porque não seria justo com outras pessoas que fazem vídeo do tipo. Peço que assistam e postem no www.conversaafiada.com.br pra me ajudar a divulgar minha atitude de ajudar minha candidata Dilma 13″.
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=qeoU_O8jP-I&hl=pt_BR&fs=1?rel=0&color1=0x5d1719&color2=0xcd311b&border=1]

“Emiliano é uma figura marcante na vida política e social da Bahia”, diz Osvaldo Barreto

O secretário de Educação da Bahia e professor de Administração da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Osvaldo Barreto, declarou apoio para Emiliano deputado federal em vídeo que está circulando através do Youtube.
Para ele, Emiliano é uma das figuras marcantes na vida política e social da Bahia. “Desde jovem ele tem uma participação ativa nas lutas sociais. Foi um combatente da ditadura militar, uma vítima da ditadura. Mas lutou bravamente e saiu da prisão com a cabeça erguida e continuando na luta pela construção de um Brasil mais igual e mais justo”.
Osvaldo Barreto destacou também que a passagem de Emiliano pelos locais onde trabalhou, onde atuou politicamente, tem sido sempre marcante. “Emiliano foi professor e meu colega na UFBA, onde teve uma presença marcante na escola de Comunicação. E como político ele tem tido passagens também muito importantes na Bahia. Tenho certeza de que a eleição de uma figura como Emiliano vai ser um reforço muito grande na Câmara Federal e uma base de apoio ao governo de Dilma”.

Os Verdes e as Crianças Pálidas

*por FERNANDO RIZZOLO
Blog do Rizzolo –
Certa vez, ao participar de uma explanação sobre o universo que engloba as questões sobre direitos humanos, observei que o tema é realmente amplo. Prova disso são as questões abrangidas pelo PNDH (Plano Nacional de Direitos Humanos) e pelo explanador, que discorreu de forma brilhante sobre os demais problemas do Brasil nessa esfera. A abrangência que o tema comporta abre um leque de discussões que vai desde os direitos fundamentais ao comportamento dos meios de comunicação em relação aos direitos humanos.
O uso de temas cuja capacidade de exposição aflui para outras áreas é uma característica da modernidade, na condensação de variados assuntos sobre determinada bandeira. A preocupação com o verde, a sustentabilidade, os direitos humanos são essenciais, de fato; contudo, vale uma reflexão no que diz respeito à utilização partidária da sustentabilidade e do verde como postulação de uma política mais restritiva à questão social propriamente dita. Aliás, por exemplo, a falta de saneamento básico seria um assunto relacionado aos direitos humanos, ao verde, à ecologia, à saúde pública ou à inclusão social?
Na realidade, os partidos verdes ao redor do mundo acabaram por diluir seu discurso, capitalizando os demais entraves sociais ao mesmo tempo que tentando restringi-los, de forma que fizessem uma apologia nas propostas de redução de crescimento econômico, quando, na verdade, o que precisamos é crescer muito, mas com responsabilidade social, o que envolve não só questões sustentáveis, mas acima de tudo urgência no que diz respeito à alimentação e às condições de saúde de nossos milhares de crianças carentes de verde e completamente lânguidas de fome.
Ao adentrar na seara das questões sociais, alguns partidos verdes fazem o jogo do conservadorismo, tentando seduzir mentes jovens numa verdadeira manobra diversionista ideológica, retrocedente. Temos a obrigação de defender os meios de sustentabilidade, o verde, mas jamais de propor que o ser humano, em países pobres como o Brasil, onde a desnutrição ainda impera, seja privado de crescimento econômico com base num discurso que apenas confunde as interpretações abrangentes de expressões de impacto, como a pura bandeira de cor verde se sobrepondo ao pobre rosto pálido de nossas crianças, de saúde precária e insustentável.
Fernando Rizzolo é Advogado e editor do Blog do Rizzolo , e Dilmista de coração.

Bonner Vs Dilma Rousseff

Por Luiza Mendonça

DILMA 44,16% SERRA 23,99% Pesquisa encomendada pelo Stylo mostra que Dilma mantém vantagem sobre Serra

A candidata petista Dilma Rousseff vem mantendo, desde o início do período eleitoral, um bom desempenho entre o eleitorado tocantinense. Na primeira pesquisa realizada pelo Instituto Stylo de Comunicação, entre 7 e 10 de julho, Dilma aparecia com a preferência de 44,46% contra 24,22% dos eleitores que escolheram o candidato tucano, José Serra. Na pesquisa realizada na última semana, a candidata petista caiu para 44,16%, bem como o tucano, que ficou em 23,99%. A queda foi provocada pelo crescimento da candidata do PV, Marina Silva, que subiu dos 8,02% anteriores para atuais 11%. Fonte: .

DIRETO DE PORTO ALEGRE, RS!

Apresentação de Políticas Públicas para as Mulheres do RS

PARTICIPE!
13/08/2010
18 horas
Barros Cassal, 68

Primeiro Turno?

Correio Braziliense -Marcos Coimbra, sociólogo e presidente do Instituto Vox Populi

A cada momento, as eleições suscitam perguntas diferentes. Já foram várias: Dilma decolará? Serra será candidato? Marina vai empolgar? Quanto de sua popularidade Lula conseguirá transferir? A mais nova e interessante diz respeito a um cenário que muitos consideravam impensável há pouco tempo: será que Dilma vai ganhar no primeiro turno?
Algumas pessoas acham que apenas formular essa pergunta é tomar partido de Dilma, querer que ela vença ou torcer por ela. São os que supõem que a hipótese é tão absurda que só faria sentido na cabeça de um “dilmista”.
Na verdade, não. São cada vez mais numerosos os analistas que trabalham com essa possibilidade. Até quem sempre raciocinou unicamente com a situação inversa, de Serra vencer no primeiro turno, hoje admite que ela exista e que está se tornando a cada dia mais provável. Já faz tempo, no entanto, que as pesquisas permitiam antevê-la. A rigor, desde o final do ano passado, quando Serra ainda estava com folgada dianteira. Bastava levar em conta o que diziam as pessoas que conseguiam estabelecer a ligação entre Dilma e Lula. Entre os que sabiam que ela era a candidata do presidente, a liderança do ex-governador desaparecia e os dois ficavam com a mesma intenção de voto. Mas, ao considerar o perfil socioeconômico dos que não sabiam, via-se que ela tinha grande potencial de crescimento, bastando, para isso, que a informação aumentasse e alcançasse os segmentos mais propensos a votar em seu nome.
De dezembro em diante, as pesquisas foram mostrando que, a cada ponto que subia o conhecimento de que ela era a candidata de Lula, aumentavam suas intenções de voto. Ou seja, embora Serra continuasse liderando, sua vantagem era frágil, pois se sustentava em algo que a campanha eleitoral se encarregaria de alterar. Era a desinformação que lhe dava vantagem, e essa tenderia a desaparecer à medida que a eleição se avizinhasse. Lula fez o que estava ao seu alcance para que cada vez mais pessoas identificassem Dilma como sua candidata. Levou-a a todos os palanques, convidou-a para inaugurações e solenidades, viajou com ela Brasil afora. Mas foi a imprensa quem mais contribuiu para que seu objetivo – universalizar a informação de que ele a apoiava – fosse sendo progressivamente atingido. Em 2010, fora seus discursos para as platéias reunidas nesses eventos, Lula só se dirigiu diretamente ao conjunto dos eleitores para falar em Dilma uma vez: quando estrelou os comerciais e o programa partidário do PT em maio. Apenas nessa oportunidade usou uma mídia de massa para falar olhando nos olhos do eleitor e pedir seu voto.
Hoje, cerca de 80% dos eleitores são capazes de associar Dilma a Lula, mas menos de 25% dizem conhecê-la bem. Faltam 20% que sequer a conhecem e há uma larga fatia que somente sabe seu nome. Engana-se quem olha seus atuais 40% de intenções de voto como teto. Ela chegou a esse patamar através de um processo de difusão da informação que alcançou o eleitor popular fundamentalmente através do chamado “boca a boca”. Nele, a bem dizer, a televisão foi apenas coadjuvante. Quando, a partir da semana que vem, a propaganda eleitoral começar e Lula passar a aparecer diariamente no programa e nos comerciais na TV e no rádio, Dilma deverá entrar em uma nova etapa de crescimento. Até onde irá, é difícil dizer.
Como as perspectivas de crescimento de Serra são reduzidas, a esperança de quem quer dois turnos se deslocou para Marina e os pequenos candidatos. Mas a mídia que terão é tão exígua (Marina, por exemplo, disporá de um único comercial em horário nobre por semana) que é pouco provável que sejam sequer percebidos pela maioria do eleitorado. É por essas (e outras) que quem entende de eleição cada vez mais considera possível a vitória, em primeiro turno, da candidata de Lula.

Fátima do JN:"Serra declame batatinha quando nasce"

Amanhã acontece a entrevista do candidato José Serra no Jornal Nacional da rede Globo, e os entrevistadores, o casal 45, depois de passarem apertado com a ex-ministra Dilma Rousseff, terão uma missão mais fácil já que Serra é da casa.
As perguntas deverão ser mais amenas e leves para não complicar o candidato, que tem mania de agredir quando lhe perguntam algo que o contrarie.
No meio das questões estarão umas duas ou três para não dizerem que é marmelada, que estava tudo acertado com Serra. e as que serão escolhidas entre as vinte abaixo selecionadas.
Tudo já foi combinado com a assessoria de Serra e a rede Globo, a especialista Fátima Bernardes que tem o dom de fazer perguntas para crianças do maternal já está preparada, e Serra também já preparou as respostas tentando ser simpático na TV. Mas, por responder sem pensar Serra pode estragar tudo.
1. Fátima: Aonde o senhor estava quando criou o FAT?

Serra: Na lua
2. Bonner: Qual foi o maior produto genérico que criou?
Serra: O prefeito de São Paulo, o Kassab é genérico do Alckmin, em vez de apoiar o Geraldo Alckmin fui de kassab.
3. Fátima: Porque o senhor não gosta do Alckmin e prefere o Kassab?
Serra: Só para variar, em vez de picolé de chuchu mudei para o de goiaba
4. Fátima: Durante o Natal o que mais gosta de fazer?
Serra: Distribuir os panetones do Arruda para as crianças.
5.Bonner: Se o senhor não ganhar a eleição vai ficar sem emprego?
Serra: Não, foi receber da Alston, o seguro desemprego que eu digo sempre que criei.
6. Fátima: Porque os motoristas de caminhão não querem ir pelo Rodoanel?

Serra: Porque eles não conhecem o caminho, e esse negócio que é inseguro, não tem iluminação, nem posto de parada, e tem assalto, é tudo trololó.

7. Bonner: O buraco do metrô ficou marcado na sua cabeça?

Serra: Não porque eu não sei quem caiu lá e não conhecia ninguém, e também nem sei quantas pessoas do entorno ainda estão sem casa para morar.

8. Bonner: Caso não ganhe a eleição o senhor pode mudar de partido?
Serra: Posso, vou sair do PSDB e vou para o PCC são eles que mandam mesmo.
9. Fátima: Porque as professoras sempre o colocavam de castigo?
Serra: Porque eu faltava nas aulas de economia, mas elas não me batiam.
10. Bonner: Já que o senhor é economista, o que acha do mercado financeiro?
Serra: Uma boa, sempre apliquei os recursos da saúde nos bancos.
11. Bonner: O que foi fazer na Central do Brasil no discurso de Jango em 1964?

Serra: Fui ver os que me traiam e se estavam presentes os meus futuros parceiros do DEM, que antes eram da UDN.

12. Fátima: O senhor acha mineiro coió mesmo?
Serra: O mineiro não é tonto e ainda não percebeu o quanto gosto deles
13. Bonner: O senhor já mandou sua foto para os aliados colocarem nos comitês?
Serra: Não acordei na hora de tirar as fotos, mas amanhã vou mandar
14. Fátima: Caso eleito o Bolsa Esmola que o senhor sempre falava vai continuar?
Serra: Vai e vou aumentar
15. Bonner: É verdade que não entende o sotaque dos países do MERCOSUL?

Serra: Não entendo nada, como não entendo os do nordestinos, goianos e mineiros, é tudo do estrangeiro pra mim.

16. Fátima: Quem manda na sua casa, ou também tudo se resolve junto com o DEM?
Serra: Nem vou falar da minha casa porque não está na declaração de renda
17. Fátima: Qual a música de carnaval que o senhor mais gosta?
Serra: Aquela do refrão, Aceita o Índio que quer o apito, se não pau vai comer.
18. Fátima: E a grande recordação de uma música de sua juventude?
Serra: É mais ou menos assim, “Ninguém me ama, ninguém me quer”
19. Fátima: O senhor sabe de cor a letra da batatinha quando nasce?
Serra: Isso não tem nada a ver com agricultura familiar, tem?

20: Bonner: Agora as declarações finais e o senhor pode ficar até o fim da noite para ver se lembra de alguma coisa de bom que fez para o país.

Serra: Boa Noite!

Especialista em pesquisas faz previsões sombrias para Serra

O cientista político Alberto Carlos de Almeida, sócio-diretor do Instituto Análise e autor do livro “A Cabeça do Eleitor”, está distribuindo para seus clientes uma análise, em inglês, com previsões catastróficas para a campanha do candidato tucano, José Serra. Para Almeida, que já foi visto como muito próximo aos tucanos, a candidata do PT, Dilma Rousseff, tende a vencer a eleição no primeiro turno e por uma lavada de votos em relação a Serra – uma vantagem de 15 a 20 pontos percentuais.
Na análise distribuída aos seus clientes, Almeida faz carga contra a estratégia de marketing de Serra. Para ele, repete os mesmos erros da campanha do tucano Geraldo Alckmin em 2006 contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (a equipe de comunicação das duas campanhas é a mesma, liderada pelo jornalista Luiz Gonzalez). Em 2006, segundo pesquisas feitas pelo Instituto Análise, Alckmin era visto pelos eleitores como o mais experiente, o mais preparado para o cargo e o mais comprometido em resolver os problemas da saúde pública. Mesmo assim, perdeu, por uma margem de 20 pontos, a eleição para Lula porque o presidente era visto como o candidato que entendia os problemas dos pobres e iria aumentar a capacidade de consumo.
O mesmo padrão de imagem dos candidatos, segundo a análise de Almeida, está se repetindo agora na eleição de 2010. Serra é percebido como mais preparado e experiente do que Dilma e também como o mais empenhado com a questão da saúde. Mas a petista teria adquirido a imagem imbatível de que é a candidata que vai colocar mais dinheiro no bolso dos eleitores.
Arko Device: Dilma tem potencial para chegar a quase 70% dos votos
Em outro estudo, disponibilizado nesta segunda-feira (9), a respeitada consultoria política, Arko Advice, fez uma análise sobre até que ponto o presidente Lula consegue transferir seus votos para sua candidata, Dilma Rousseff.
Para calcular o potencial de transferência de voto do presidente Lula, a Arko Advice analisou o que Lula conseguiu transferir para ele mesmo em 2006 quando disputou a reeleição. “Importante frisar que dificilmente Lula conseguirá transferir para a sua candidata 100% do seu prestígio, já que não conseguiu nem para si este feito em 2006″, adverte a consultoria. Em agosto daquele ano, segundo pesquisa Ibope (7 a 9 de agosto), Lula tinha 46% das intenções de voto. Nesse mesmo período, 56% dos eleitores afirmavam que aprovavam o seu governo. Ou seja, a cada 1,21 eleitor que aprovava seu governo, 1 votou no presidente.
Hoje, de acordo com a última pesquisa Ibope (2 a 5 de agosto), 85% dos eleitores aprovam o governo Lula. Assim, no melhor cenário possível onde ele consiga transferir todo o seu prestígio para Dilma, ele chegaria a 69,82% dos votos. Considerando que Dilma tem, segundo o mesmo levantamento, 39% dos votos, ela ainda tem potencial para conquistar mais 30% dos votos. Vale ressaltar que, de acordo com último levantamento do Datafolha, 24% dos eleitores ainda não sabem quem é a candidata do presidente.
Ainda de acordo com essas projeções, Dilma ainda tem potencial para crescer em todas as regiões do País. No Nordeste, por exemplo, onde a aprovação do governo atinge 91%, Dilma pode sair dos atuais 46% para 81,24% em um cenário onde Lula consiga transferir para ela todo seu prestígio. Até mesmo nas regiões Sul e Sudeste, onde José Serra (PSDB) é mais forte, ainda há espaço para crescimento. Na avaliação da Arko, Lula ainda não atingiu seu limite de transferência. Ela ainda tem potencial para crescer mais considerando que: 1) o governo tende a continuar bem avaliado; 2) Lula deve envolver-se ainda mais na campanha; 3) Dilma terá mais tempo de TV do que Serra; 4) Desde que começou a campanha, Dilma tem apresentado melhor performance nas pesquisas; e 5) Dilma recebe mais doações que Serra.
“No que pese a imprevisibilidade de qualquer eleição, este quadro reforça nossa avaliação sobre o favoritismo de Dilma”, diz a empresa de consultoria. Fontes: Blog da revista Época e Brasília em Tempo Real- Vermelho.

Roriz é derrotado em recurso ao TRE

Confira TambémMinistério Público vai investigar Roriz
Roriz pagou R$ 10 mil a laranja, diz revista
Justiça barra candidatura de Roriz
O ex-governador Joaquim Roriz (PSC-DF) perdeu mais duas batalhas no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Distrito Federal nesta terça-feira (10). Roriz foi derrotado após recorrer da decisão que cassou sua candidatura ao governo do Distrito Federal. Os advogados de Roriz acreditavam que poderiam suspender os efeitos do julgamento da semana passada, quando a candidatura de Roriz foi barrada com base na Lei da Ficha Limpa por ter renunciado ao mandato de senador em 2007. O relator, juiz Luciano Vasconcellos, não entendeu dessa forma e o plenário foi unânime ao seguir o seu voto.
- O tribunal não precisa examinar todas as teses da defesa para perceber que um possível erro ou má avaliação não se corrige através de embargo de declaração. Rejeito o pedido. A defesa do ex-governador abandonou o plenário após a decisão afirmando que irá recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).
Serra fica sem palanque no DF. Cai Arruda, cai Roriz seus parceiros, seus aliados preferidos. Arruda seria o vice do Serra, que tristeza para os tucanos.

RESUMO DAS NOTICIAS DO DIA

Nacionais:
- Emprego industrial: maior alta na era Lula. Ocupação, porém, é 2,5% inferior à do cenário de pré-crise global. O crescimento do emprego na indústria em junho, de 4,9,% em comparação com o mesmo mês do ano passado, representa a maior alta do setor desde o início da série histórica, em janeiro de 2001, segundo o IBGE. O emprego industrial no país tem demonstrado trajetória de recuperação desde julho de 2009, mas ainda é 2,5% inferior ao registrado em setembro de 2008, num cenário de pré-crise global; (1)
- Governo prevê que terá em 2010 maior taxa de poupança desde a década de 80; (3)
- Governo libera R$ 1,6 bi para educação e ajuda a estados; (4)
- Petrobras aumenta os investimentos. O balanço que será divulgado na sexta-feira pela Petrobras deve mostrar que a estatal não tirou o pé do acelerador dos investimentos no segundo trimestre, mesmo depois de ter sido obrigada a adiar o projeto de capitalização para setembro. Dados de execução orçamentária do Ministério do Planejamento mostram que a estatal investiu R$ 34,8 bilhões de janeiro a junho – um crescimento de 30% em relação ao mesmo período de 2009 e mais do que investiu em todo o ano de 2007; (1)
- Vendas de consórcios crescem 10,1% no 1ºsemestre. Entre janeiro e junho a venda de novas cotas para aquisição de imóveis somou 110,2 mil, com crescimento de 12,2%; (2)
- Vendas na internet avançam 40% no primeiro semestre, diz E-bit. Para todo o ano de 2010, as vendas de bens de consumo na internet, que excluem veículos e sites de leilão virtual, deverão totalizar R$ 14,3 bilhões; (2)
- Começa o pagamento do PIS/PASEP; (5)
- Boa notícia: Gripe A já não é mais pandemia, afirma a OMS. A Organização Mundial da Saúde retirou a classificação de pandemia da gripe H1N1 porque o vírus perdeu força e se comporta como os das gripes sazonais. A doença fez 19 mil mortos desde março de 2009. (1)
Política
- Lula diz que cobrará prestação de contas de ministros; (2)
- ‘Contrariado’, Lula aceita punir Irã. O presidente Lula firmou decreto que aprova a adesão às sanções da ONU contra o Irã. Segundo o chanceler Celso Amorim, Lula assinou “contrariado”; (1)
- Em tom de despedida, Lula inaugura dois prédios em universidade federal no interior de Minas; (3)
- Dilma promete dar continuidade ao governo Lula, ‘mas sem repetir’; (2)
- Dilma – Oposição sempre acha que o Brasil pode menos; (2)
- Dilma – Crescimento econômico dobrou durante o governo Lula; (2)
- Dilma – Política externa deve buscar o diálogo e não o confronto; (2)
- Dilma – Participe da campanha e faça uma doação; (2)
- Dilma defende mais esporte em comunidades carentes; (2)
- Tucano de MG critica ataques ao passado de Dilma Rousseff. O governador Antonio Anastasia PSDB, candidato à reeleição em Minas Gerais, se declarou contrário a que setores tucanos façam, na campanha, possível uso do passado de Dilma Rousseff (PT) na luta armada; (1)
- STF autoriza França a investigar Paulo Maluf por lavagem de dinheiro; (3)
- TSE mantém multas a Serra. O pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (10) manter duas multas aplicadas ao candidato à Presidência da República pelo PSDB, José Serra. As multas, de R$ 5 mil cada uma, devem-se à propaganda eleitoral antecipada veiculada em espaço dedicado à propaganda partidária do PSDB da Bahia. (6)
Esportes:
- Vitória genuinamente brasileira. Seleção recupera a alegria de jogar futebol na vitória por 2 a 0 sobre os EUA, que marcou a estreia do técnico Mano Menezes; Neymar marcou o primeiro; (2)
- Valdivia assina contrato com Palmeiras e deve jogar em 20 dias. Meia chileno fechou acordo de 5 anos com equipe e será apresentado oficialmente nesta semana; (2)
- Dentinho sofre lesão na coxa direita e para por cerca de dez dias. Após contusão muscular no jogo contra o Flamengo, atacante passa por exames no Corinthians; (2)
- F1 – Schumacher se desculpou só na imprensa, diz Rubens Barrichello. (2)
Internacionais:
- Venezuela e Colômbia reatam relações. Os presidentes da Colômbia, Juan Manuel Santos, e da Venezuela, Hugo Chávez, tiveram ontem encontro em território colombiano e, à noite, anunciaram o restabelecimento das relações entre os países, pondo fim a crise diplomática. Chávez cortara relações em 22 de junho, após a Colômbia denunciar a presença de guerrilheiros das Farc em território venezuelano; (1)
- ONU faz sua maior operação de socorro. A ONU lançou a maior operação de socorro de sua história para ajudar 6 milhões de afetados pelas enchentes no Paquistão. A produção agrícola do país foi destruída. (1)
Brasília/DF:
- TRE-DF aceita registro de candidatura de Agnelo Queiroz. Por decisão unânime, o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) aceitou, nesta terça-feira (10/8), o registro de candidatura de Agnelo Queiroz (PT). O petista concorre ao cargo de governador do DF; (3)
- Filippelli tem registro de candidatura concedido. O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) concedeu hoje o registro da candidatura de Tadeu Filippelli, que concorre a vice-governador na chapa encabeçada por Agnelo Queiroz. Ele integra a coligação Novo Caminho, que reúne o PRB, PDT, PT, PTB, PMDB, PPS, PHS, PTC, PSB, PRP e PC do B; (6)
- TRE-DF rejeita recurso de Joaquim Roriz e de Anna Kubitschek. O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) rejeitou na tarde desta terça-feira (10/8) os recursos de embargo de declaração do candidato a governador do Distrito Federal Joaquim Domingos Roriz (PSC) e da 1ª suplente ao Senado Anna Kubitschek, do Democratas – chapa de Alberto Fraga. Os juízes foram unânimes nas duas decisões; (3)
- Joaquim Roriz aparece em vídeo entregando dinheiro; (4)
- Primeiro debate entre candidatos ao GDF em rede de televisão será nesta quinta-feira; (3)
- Umidade relativa do ar atinge segundo menor índice do ano no DF; (3)
- O tempo em Brasília ficará hoje entre 12° e 30°. Sol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens; (3)
Dilma Rousseff
Acesse abaixo e participe desta campanha, colabore on-line para que o Brasil continue avançando
http://www.youtube.com/watch?v=igy9V3FVp_o&feature=player_embedded
Editor:
Carlos Honorato
karlos.honorato2@yahoo.com.br

Serra deixa ponte "inaugurada" em maquete para próximo governador construir

A ponte estaiada que ligará Santos a Guarujá e que foi, até mesmo, “inaugurada” por meio de maquete por José Serra, só deve ter suas obras iniciadas pelo próximo governador de São Paulo, que será eleito em outubro e assumirá em janeiro de 2011. A afirmação foi feita pelo governador Alberto Goldman, em visita a Santos esta semana.
Durante a “inauguração” da maquete, em março último, o secretário de Estado dos Transportes, Mauro Arce, disse que o projeto básico da ponte deveria estar concluído até o final de abril. No entanto, as promessas só se arrastam, visto que em maio de 2009, o secretário Arce já havia revelado a uma revista de circulação nacional a pretensão de lançar o edital da obra até dezembro daquele ano.
VLT também só no próximo governo
O mesmo acontece com relação ao do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da Baixada Santista, que os tucanos prometem há uma década, sem tirá-lo do papel. A previsão do governador Goldman também é que a obra do VLT fique para o próximo governo realizar.
Tanto a ponte estaiada como o VLT são obras necessárias para resolver os problemas estruturais da Baixada Santista. O trânsito entre Santos e Guarujá representa um dos principais gargalos da região que a ponte resolveria. São cerca de 24 mil veículos que passam diariamente pelas travessias de balsa.
No caso do VLT, seria parte integrante do Sistema Integrado Metropolitano (SIM), agilizando as viagens entre Santos e São Vicente.
Assessoria de Comunicação – Liderança do PT na Assembleia Legislativa de SP
11 3886 6442—

twitter/ptalesp

15 mil pessoas fazem a Onda Vermelha em Minas Gerais

Em Belo Horizonte (MG), reunindo Dilma Rousseff (PT), Lula, Helio Costa (PMDB), Patrus Ananias (PT), Fernando Pimentel (PT) e Zito Vieira (PCdoB), lotou a praça da Estação, com 15 mil pessoas

Prefeito mineiro critica PSDB e diz que Lula é um exemplo para o país

ANA FLOR
ENVIADA ESPECIAL A DIVINÓPOLIS (MG)
Ao discursar rasgados elogios ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o prefeito de Divinópolis (MG), Vladimir Faria Azevedo (PSDB), não poupou críticas ao seu próprio partido, que governou o país entre 1995 –e 2002 com o então presidente Fernando Henrique Cardoso.

Ele acabou de falar em um evento com a participação de Lula na cidade mineira.

Azevedo afirmou que Lula é um exemplo ao país. “A biografia do senhor está acima de qualquer coloração política”, disse ele, afirmando que Lula deixa o legado do “republicanismo” e “uma nova maneira de fazer política que supera o medievalismo”.

O prefeito lembrou que é do PSDB –um dos principais partidos de oposição ao governo Lula–, mas que estava feliz da mesma forma por receber o presidente petista na cidade, que recebeu investimentos pesados na área da educação e moradia nos últimos anos.

“O último presidente que aqui pisou em agenda institucional foi nosso mineiro Jucelino Kubitschek”, desabafou o prefeito, sem poupar FHC da crítica. Azevedo chegou a ser vaiado ao ser anunciado no evento.

Lula foi à cidade inaugurar dois campi avançados, batizados de “Dona Lindu” –nome da mãe do presidente–, da Universidade Federal de São João Del Rei.

Ele também entregou uma chave de uma unidade habitacional do programa Minha Casa Minha Vida. O governo federal anunciou obras no valor de R$ 35,2 milhões na cidade para a construção de mais de 300 casas para famílias de baixa renda em Divinópolis.

À noite, Lula participa de um comício da campanha petista de Dilma Rousseff em Belo Horizonte, em mais uma agenda oficial casada a atividades de campanha

Na terra natal, Dilma diz que é consolo para coração apertado por Lula

Maurício Savarese, UOL

“Durante comício na cidade onde nasceu, a candidata do PT ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff, afirmou nesta terça-feira (10) que quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixar o cargo no dia 1º de janeiro de 2011 todo o país ficará “com o coração apertado”. Mas se esforçou para mostrar que dará continuidade à gestão atual “ de forma diferente”.

Em uma praça do centro antigo de Belo Horizonte, a petista foi acompanhada por Lula, pelo candidato do PMDB ao governo mineiro, Hélio Costa, seu vice, Patrus Ananias (PT), coordenadores de campanha e ministros que foram seus colegas em Brasília. O ato, que começou com 2h 30 min de atraso, foi o ápice da passagem da candidata pela capital, depois de uma frustrada tentativa de caminhar na avenida Afonso Pena, também no centro, durante a tarde.

“Vi aqui na frente uma faixa dizer ‘Lula, já tô com saudades’. Todos nós vamos ter saudades do presidente Lula. E a hora em que ele estiver descendo aquela rampa, todos nós vamos estar com o coração apertado”, afirmou Dilma, depois de uma série de comentários carregados de otimismo. “Só uma coisa pode nos consolar: a que ele confiou a mim a missão de continuar esse projeto.”

“Vamos, sim, ter saudades do presidente Lula. Mas vamos honrar a memória deste governo. Que este governo que começa em 2011 seja uma continuidade”, disse a petista, que ouviu seu mentor rejeitar a ideia de que deixará saudades, apesar da alta popularidade. “A popularidade não é do Lula. É do governo”, afirmou mais tarde o presidente. Ouviu algumas entre as mil pessoas presentes, de acordo com a Polícia Militar, gritarem: “Luiz Inácio, muito obrigado”.

Apesar de ter feito carreira política no Rio Grande do Sul, Dilma voltou a reforçar os vínculos com Minas Gerais – onde parte do eleitorado se sentiu preterida por conta da indicação de um paulista, José Serra, para concorrer ao Palácio do Planalto no lugar de um político do Estado, Aécio Neves. “Quando eu chegar ao Palácio do Planalto, podem se orgulhar que mais um mineiro chegou lá”, afirmou a petista. “Não é um mineiro só: é uma mineira. A primeira mulher presidente.”

Pesquisas de intenção de voto a apontam como líder na disputa com Serra. O instituto Datafolha, que divulga sua sondagem nesta semana, apontava semanas atrás empate técnico entre ela e o tucano.”
Foto: Reprodução

Cafezinho de Serra em padaria de São Bernardo vira confusão

BRENO COSTA
DE SÃO PAULO
Um dos momentos mais clássicos protagonizados por políticos em campanha -o cafezinho na padaria- acabou com gosto amargo para a campanha de José Serra (PSDB) e para os donos de uma pequena lanchonete no centro de São Bernardo do Campo, ontem à tarde.
O candidato tucano foi ao berço político do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com dois objetivos. O principal deles era visitar uma clínica custeada pelo governo de São Paulo, especializada no tratamento de dependentes químicos.
Antes disso, no entanto, decidiu que tomaria um café com leite no coração da cidade, em frente à Igreja Matriz do município. Ao descer do carro, já atrasado, nem fez corpo-a-corpo. Entrou direto na lanchonete. Com ele, o já tradicional batalhão de jornalistas, cinegrafistas, políticos aliados e cabos eleitorais com bandeirinhas.
O inevitável aconteceu: duas estufas de salgados, com três esfihas e mais meia dúzia de coxinhas, espatifaram-se no chão. Segundo um funcionário da lanchonete, cada uma custa R$ 1.200.
Serra não deu muita bola. Cercado de flashes, esperou seu café com calma. Depois, viu o lado negativo da estratégia de aparecer para as câmeras de TV.
Um cinegrafista da Band aproveitou a queda das estufas e subiu no balcão para pegar um ângulo melhor do candidato, rodeado naquele momento por Geraldo Alckmin, candidato do governador, e Aloysio Nunes Ferreira, candidato ao Senado, ambos do PSDB.
O ajudante de ordens de Serra Vinícius Paulino puxou o cinegrafista para impedir, segundo ele, novos estragos na lanchonete. Resultado: briga entre os dois, a menos de três metros de Serra.
Na saída da lanchonete, um segurança do candidato ao Planalto ainda empurrou o fotógrafo da Folha.
Serra não quis comentar o caso. Disse apenas que a campanha de Aloysio Nunes pagaria os prejuízos.

Lula reclama de como Dilma foi tratada no "JN" e critica tucanos

Presidente diz que esperava mais gentileza com petista em entrevista

Marlene Bergamo/Folhapress

Dilma coma rosa que ganhou de Lula pela calma, disse ele, ao ser entrevistada na TV

ANA FLOR
ENVIADA ESPECIAL A BELO HORIZONTE

Em comício ontem em Belo Horizonte ao lado de sua candidata à sucessão, Dilma Rousseff (PT), o presidente Lula fez críticas à oposição, reclamou do tratamento dado à petista em entrevista no Jornal Nacional e afirmou que o Brasil precisa de uma “mãe” que “cuide” do país.
O presidente fez ataques diretos ao candidato tucano José Serra pelas críticas à saúde. “Tinha que lembrar ele que foi o partido dele que tirou R$ 40 bilhões da saúde ao ano [...] para depois na campanha vir dizer “a saúde não tá boa, a saúde não tá boa’”, disse Lula, citando debate na semana passada.
Criticou ainda o ex-governador mineiro Aécio Neves (PSDB) pela mesma razão.
No início do discurso, Lula deu uma rosa para Dilma e disse que era pela “calma e tranquilidade que teve quando foi entrevistada pelo “Jornal Nacional’”.
Sem citar William Bonner, apresentador do “JN”, ele disse ter esperado que, “pelo fato de ser mulher e ser candidata, que o entrevistador tivesse um pouco mais de gentileza” com Dilma.
Durante o dia os petistas evitaram criticar a entrevista, considerada “dura”.
Antes de Lula encerrar o ato político com seu discurso, Dilma falou sobre suas origens mineiras e comparou-se a dois outros mineiros eleitos presidentes: Juscelino Kubitschek e Tancredo Neves. “Eu aprendi com a tradição política dos mineiros.”
Afirmou ainda que o Brasil tem que decidir qual projeto quer para o futuro, com a cabeça erguida ou aquele país que estava de joelhos”.
Para comparar Dilma a uma “mãe”, Lula disse que os homens têm de aprender a votar em mulheres. “O maior legado que posso deixar é não ter tido medo de indicar uma mulher para governar este país. A palavra correta é cuidar, não governar.”
Lula foi ao evento após participar de agenda como presidente em Divinópolis.

DIRETO DE CUIABÁ, MATO GROSSO!

NO EVENTO DE SILVAL – 15!

GUERRILHEIROS VIRTU@IS distribuem adesivos do www.dilma13.blogspot.com no evento de Silval 15 em Cuiabá


Na foto o candidato ao senado Abicalil – 132 e a candidata a assembléia legislativa Verinha do PT com nossos adesivos! Ao lado o já entrevistado Julio Viana, ainda sem seu adesivo.
Manda mais, DANIEL!!!

Sarob@

Mídia Golpista ficou satisfeita com a entrevista de Marina Silva ao JN

Marina Silva foi cobaia nas mãos da Mídia Golpista(Ordem Mundial da Burguesia)na entrevista concedida ao Casal 20 do Jornal Nacional. Zé Pedágio ficou contente com a Rede Globo. Caro amigo do Blog da Dilma, a Mídia Brasileira é uma farsa, uma corja de manipuladores que fazem tudo para que o cidadão seja um “abestatado”, um idiota, um coitado.

Casal 20 do JN à serviço de JOSÉ SERRA tenta colocar na boca de MARINA SILVA acusações contra o PT

O casal que manipula os telespectadores do Jornal Nacional fez diretinho
o que manda a Castilha da Ordem Mundial da Burguesia. Abra seus olhos, caro eleitor.

Deu a lógica na entrevista de Marina ao Jornal Nacional

: Willian Bonner pareceu satisfeito consigo mesmo ao chamar os comerciais ao fim da entrevista que Marina Silva concedeu ao Jornal Nacional em sua segunda edição desta semana. Por certo, avaliou que a encenação da qual acabara de participar fora bem sucedida.
A falta de espontaneidade nas provocações artificiais que fez à entrevistada, porém, chegou a ser constrangedora, em sua tentativa escancarada de mostrar que não bateu boca ou interrompeu somente Dilma Rousseff, a entrevistada de segunda-feira.
A principal questão apresentada a Marina, que consumiu parte tão expressiva da entrevista que Bonner teve que lhe aumentar o tempo da resposta, cumpriu o que foi neste blog no post anterior: serviu apenas para o JN continuar acusando o PT.
Bonner acha que o seu espectador é o “Homer Simpson”, um idiota incapaz notar o que estava acontecendo quando o entrevistador simulou crítica a Marina por não ter sido suficientemente crítica ao seu ex-partido durante o escândalo do mensalão.
A parte masculina do “Casal Nacional” está perdendo a forma, em minha opinião. Duvido que grande parte da audiência não tenha se dado conta de que o PT fora acusado no dia anterior e de que, no dia seguinte, continuava sendo acusado.
Se a satisfação de Bonner com essa estratégia foi tão expressiva isso revela que continuará sendo usada, ainda que com alguma variação de forma que, no entanto, manterá o conteúdo.
Na edição do Jornal Nacional desta quarta-feira, portanto, Serra ouvirá perguntas que fatalmente lhe permitirão protagonizar o terceiro dia de acusações ininterruptas ao PT naquela peça de teatro de péssima qualidade, com seu péssimo elenco.

TÔ COM DILMA – Cartaxo critica Tasso

Demo corrupto tem registro negado

Candidato do DEM que está preso tem registro negado pelo TRE-SP
Selmo dos Santos Pereira (DEM), preso preventivamente no Centro de Detenção de Pinheiros desde 27 de janeiro por estelionato, teve a candidatura indeferida pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo pela falta de apresentação de certidões criminais. Ele era o candidato a deputado federal com o sexto maior patrimônio declarado à Justiça Eleitoral –R$ 91,6 milhões–, mas mora em um casebre na zona leste da capital paulista, como revelou a Folha.
Na impugnação feita pelo Ministério Público Eleitoral, o procurador eleitoral Pedro Barbosa, além da falta do documento, também citou a reportagem da Folha que apontou a prisão de Pereira.
Pereira, 37, foi condenado a um ano e dois meses de prisão por estelionato, em março deste ano. Ele foi preso preventivamente em janeiro, no curso de um outro processo, também por estelionato. A documentação que permitiu o registro de sua candidatura foi assinada de dentro do Centro de Detenção.
O prefeito de São Paulo e presidente do diretório do DEM no Estado, Gilberto Kassab, já afirmou que vai expulsar Pereira. “Ele será expulso. Não tínhamos essas informações, ele é um filiado antigo do partido. Agora, com essa clareza das evidências, será expulso do partido”, disse. Uol.

Índice de leitura no Brasil cresce mais de 150% em dez anos

Agência Brasil – O índice de leitura no Brasil aumentou 150% nos últimos dez anos. Passou de 1,8 livro por ano em média, para 4,7. Apesar do aumento, a presidente do Snel (Sindicato Nacional dos Editores de Livros), Sônia Machado Jardim, disse que o índice de leitura anual no Brasil ainda é pequeno comparado ao de países mais desenvolvidos.
“É baixo não só por estar muito aquém dos de países desenvolvidos ou até mesmo de alguns países em desenvolvimento, mas também porque inclui os livros didáticos, de leitura obrigatória.
A presidente fez a declaração durante a divulgação da Pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial, realizada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), a pedido da CBL (Câmara Brasileira do Livro) e do Snel, que constatou aumento de 13,5% de obras publicadas no ano passado em relação a 2008.
“Nosso grande desafio é a formação de leitores, mas o que a pesquisa demonstra é que podemos ter uma esperança já que 15% do mercado corresponde aos livros infantojuvenis”, declarou Sônia, que disse estar preocupada pelo fato de as compras governamentais de livros técnico-científicos – mais voltadas à formação profissional e ao público universitário – não acompanharem o aumento do interesse pelo setor.
Dos 28,7 milhões de exemplares de livros técnico-científicos vendidos em 2009 (18,3% a mais que em 2008), os governos adquiriram apenas 182,8 mil. O que, apesar de pouco, significou um aumento de 142% em relação às compras de 2008, quando foram adquiridos apenas 75,4 mil exemplares.
“A compra governamental nesta área é baixíssima e se dá, principalmente, por meio do próprio aluno universitário e das universidades, o que demonstra a necessidade de o brasileiro se qualificar e que, hoje, somente o ensino médio não basta para garantir o ingresso no mercado de trabalho”, concluiu Sônia.
Perguntada sobre o fato de o livro ainda ser um artigo pouco acessível para grande parte da população, Sônia defendeu que, com a produção em maior escala e as várias alternativas adotadas pelas editoras vem ajudando a popularizar o produto. “Até 2004 não havia os livros de bolso, por exemplo. Há as edições especiais, mais baratas, as vendas porta a porta. Há um novo mercado já que a classe C está ingressando no mercado e há preços para todo tamanho de bolso”.

Cidades criam comitês locais de Dilma Rousseff

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=OgILwsyTx3c&hl=pt_BR&fs=1]

Bolsa Família melhora rendimento escolar, segundo pesquisa

Uma pesquisa encomendada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) mostra melhora no rendimento escolar e nas condições de saúde das crianças beneficiadas pelo Programa Bolsa Família. O levantamento ouviu famílias que recebem o benefício e aquelas que estão fora e apresentam perfil semelhante aos beneficiados. Segundo a ministra da pasta, Márcia Lopes, o Bolsa Família tem contribuído “para melhorar a vida” das pessoas que recebem o benefício. De acordo com o levantamento, a taxa de matrícula cresceu 4,4 pontos percentuais entre crianças e adolescentes de 6 anos a 17 anos beneficiários e aquelas que são não beneficiadas. No caso de meninos e meninas de 7 anos a 14 anos, 95% estão matriculados. No entanto, a partir dos 15 anos, a frequência escolar cai entre os jovens de ambos os sexos que estão ou não no programa.
Em relação à progressão escolar, houve aumento de 6 pontos percentuais entre os jovens beneficiados. A pesquisa faz um recorte sobre a situação educacional das crianças do Nordeste – uma das regiões mais beneficiadas pelo programa de transferência de renda. O impacto na taxa de matrículas foi de 11,7 pontos percentuais entre as famílias beneficiadas. Segundo a pesquisa, em 2005, quando foi realizada a primeira rodada do levantamente, a região apresentava uma das mais baixas taxas de matrícula escolar. O Bolsa Família monitora a frequência escolar de 14,3 milhões de estudantes de 6 anos a 17 anos em todo o país.
Sobre a saúde, a pesquisa mostra que 62% das crianças de 0 até 1 ano das famílias atendidas pelo programa foram amamentadas nos primeiros seis meses de vida, contra 54% das crianças das famílias não beneficiárias. A proporção de crianças consideradas nutridas – atendendo o padrão entre peso e altura – foi 39,4 pontos percentuais maior entre as crianças beneficiadas em comparação com as que não são atendidas. A pesquisa traz dados comparativos sobre consultas pré-natal nos primeiros três meses de gravidez. As grávidas beneficiadas pelo programa tiveram 1,5 mais consultas no período pré-natal em comparação às grávidas que não são beneficiadas.
As famílias beneficiadas ou não foram ouvidas em 2005 e em 2009. Na primeira rodada, foram entrevistadas 15.426 famílias. Em 2009, cerca de 11 mil famílias foram novamente entrevistadas. De acordo com os pesquisadores, a perda de amostra ocorre por dificuldades em localizar as famílias, mas foi considerada dentro dos padrões. A maioria dos dados divulgados nesta terça-feira (10) são referente à rodada de 2009.
A pesquisa foi realizada pelo Instituto Internacional de Pesquisa sobre Políticas Alimentares (Ifpri), contratado em licitação internacional feita pelo ministério, com apoio do Banco Mundial e das Nações Unidas. O objetivo do estudo é isolar os efeitos do programa em seu público alvo. O custo da rodada de 2009 foi em torno de R$ 4 milhões. Criado em 2003, o programa atende hoje a 12,6 milhões de famílias, com renda mensal per capita até R$ 140. O benefício que vai de R$ 22 a R$ 200. Fonte: Agência Brasil

Blog da Dilma: Minas "DILMOU"

O povo mineiro DILMOU. Veja as fotos do comício de
Lula e Dilma Rousseff em Belo Horizonte

Aliados mandam “banana” pra Serra

: Além das traições dos próprios tucanos e da anunciada debandada dos aliados, Serra está sendo desmoralizado publicamente por alguns de seus pares, que não aceitam nenhum tipo de cobrança ou interferência do candidato que naufraga. Até o presidente do DEM, partido que acompanha os tucanos há quase 20 anos, está pouco ligando para o Serra e o enfrentou publicamente.
Tudo começou, segundo o , quando Fernando Gabeira, candidato a governador no Rio de Janeiro, e que enfrentou o abandono dos tucanos ainda antes de Serra, afirmou que diante da falta de apoio se sentia no direito de “dar uma banana” aos aliados caso fosse eleito. Rodrigo Maia respondeu que a “banana” deveria ser para Serra, e sua declaração foi reproduzida na Folha de S. Paulo.
Serra telefonou para o presidente do DEM exigindo retratação, mas levou outra “banana” e rompeu com o aliado. O em O Globo, reproduz o suposto diálogo entre Maia e Serra.
José Serra: Sua declaração foi infeliz. Aliás, não é nem declaração, é provocação. Você tem que desmentir o Painel da Folha.
Rodrigo Maia: Eu não. Eu falei apenas uma verdade. Você prometeu coisas para o Gabeira e não cumpriu.
José Serra: Então, no mínimo, o que você tem que fazer é ligar para o Gabeira.
Rodrigo Maia: Mas isso é que não farei de jeito nenhum.
José Serra: Então fique com Lula!
Rodrigo Maia é mais um que se vinga de Serra, já que se queixa de não ter acesso ao tucano, que sempre o ignorou nas conversas com o DEM, preferindo tratar diretamente com o ex-presidente do partido, Jorge Bornhausen, ou com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.
A relação PSDB e DEM nunca esteve tão fraterna. Os tucanos tentaram passar a perna no tradicional aliado, formando uma chapa puro-sangue com Álvaro Dias como vice de Serra. Indignados, os demos exigiram a vice e empurraram para Serra o jovem Da Costa, que ao abrir o bico arranjou logo um processo e direito de resposta do PT no site de campanha dos tucanos.
A indicação do Da Costa, aliás, foi uma jogada esperta do ex-prefeito do Rio, Cesar Maia, que para ajudar a eleição do filho e presidente do DEM se livrou do vice de Serra, que concorria na mesma faixa de eleitorado. Como se percebe, a campanha demotucana vai de vento em popa rumo ao precipício.

Blog da Dilma precisa de você

O Blog da Dilma foi criado em 2008 e se tornou o maior e mais acessado portal da Dilma Rousseff na internet, para alguns editores, ele seria um simples blog de notícia sobre a Dilma Rousseff. Eu tinha a visão de um blog profissional e de alcance nacional e internacional. Da cidade de Fortaleza fiz convite para centenas de pessoas para se tornarem editores, articulistas e correspodentes do Blog da Dilma, todos com 100% de liberdade de expressão. Assim, o Blog da Dilma virou um fenômeno nacional.
Comprei equipamentos de filmagens, máquina fotográfica digital e toda estrutura para realizar uma das melhores coberturas do Brasil. E também mandamos confeccionar milhares de adesivos AGORA É DILMA para distribuir para os militantes que acessam o nosso portal.
Venho solicitar teu apoio para manter nosso trabalho. Gostaríamos que você colaborasse financeiramente na conta do Blog da Dilma: Banco do Brasil(001) – Agência: 0675-0 – Conta: 40547-7 em nome de Lucas Silva de Oliveira.
Não recebemos nenhum centavo do Partido dos Trabalhadores e nem de empresários.

TÔ COM DILMA – Dep. Eudes Xavier

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=RIVPudQRIxc&hl=pt_BR&fs=1]

NÃO É O SOTAQUE DOS JORNALISTAS QUE ATRAPALHA JOSÉ SERRA, MAS O MEDO DE ELE RESPONDER ÀS PERGUNTAS FORMULADAS

Do
Da editoria-geral do :

As jornalistas que assinam a matéria no Correio Braziliense () foram buscar no argumento de autoridade a justificativa para o fato de o candidato José Serra ter dificuldade de entender algumas perguntas feitas pela imprensa não paulistana. O argumento de autoridade é válido, pois, no campo dos estudos linguísticos, é mais do que aceita a existência das variações regionais em qualquer língua. A professora Thais Cristófaro não só ratifica essa realidade factual, como também assume uma postura ética ao dizer que seu parecer careceria de uma análise técnica.
Essa análise técnica, da qual fala a professora da UFMG, só seria possível com o acesso à fala dos jornalistas que fizeram as perguntas a Serra e ao contexto no qual elas foram formuladas. Isso implica analisar o evento linguístico no plano fonético (pronúncia, entonação) e no plano léxico-semântico (uso de palavras cujo significado pode se diferenciar de região para região).
Entretanto o que a editoria-geral do Terra Brasilis põe para a reflexão é: jornalistas tendem a fazer uso da língua a partir do que se convencionou denominar padrão-culto, ou seja, a língua que se deva compreender em todas as regiões do território nacional. Ainda que jornalistas de outras regiões “carreguem” no sotaque (uma forma de pronúncia específica), um homem como José Serra não sofreria apertos para entender e responder às perguntas dos jornalistas envolvidos. Aqui, parece-me, está o problema na postura do candidato do PSDB: ele ouve (bem ou mal, dependendo das condições em que as perguntas são enunciadas) e compreende… mas não quer responder para não se comprometer. Possivelmente, as perguntas devam ter trazido em seu bojo um certo desconforto para quem estava na dianteira nas pesquisas e começa a perder o posto.


Em nome de Lucas Silva de Oliveira
Acessos

Peça seus adesivos
Para receber os adesivos "AGORA É DILMA", envie seu nome e endereço completo com cep e a quantidade de adesivos para blogdadilma13@gmail.com Continue depositando na conta do Blog da Dilma. BANCO DO BRASIL(001) AGÊNCIA 0675-0 - CONTA: 40547-7 em nome de Lucas Silva de Oliveira, Fale com o Daniel Bezerra -(Ligue 85-81629695-editor geral).
Youtube Video
Blog super acessado
Nosso e-mail

Escreva para o BLOG DA DILMA:
blogdadilma13@gmail.com

Calendário de Posts
agosto 2010
S T Q Q S S D
« jul    
  1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31  
Portal de Campanha
Em São Paulo


No Ceará












Na Bahia
No Rio Grande do Sul
No Rio de Janeiro
Blog Socialista


PIG


Quem está Online
0 Membros.
4 Visitantes.
Dilmista online

Militantes online